Sexta-feira, 24 de Abril de 2009

O presidente da Câmara do Porto, Rui Rio, acusou hoje a RTP 1 de "quase" ter limpo a sua imagem das suas opções de informação desde o princípio do ano, tendo-lhe concedido apenas "alguns segundos de emissão". Rui Rio, que falava no discurso da sessão comemorativa dos 35 anos da revolução de 25 de Abril de 1974, referiu que a RTP não deixa de aparecer nas actividades da Câmara, "só que as notícias vão, normalmente, para o sítio da televisão pública - http://tv1.rtp.pt" - não sendo emitidas nos telejornais. "Será que esta atitude se deve ao facto de estarmos em ano eleitoral?", perguntou Rui Rio, que desafiou em seguida os presentes a "acreditar que não há qualquer intenção grosseira da televisão pública e que, portanto, tudo isto está a acontecer por simples e mero acaso". Como aconteceu em anos anteriores, a situação na justiça esteve no centro do discurso de Rui Rio, um factor que considera pôr "claramente em causa" a democracia. Rui Rio afirmou que a justiça - cujo bom funcionamento considera a base uma sociedade verdadeiramente desenvolvida - "atingiu o patamar mais baixo que alguma vez pensámos que pudesse atingir". O autarca afirmou que este é "o problema mais grave que o regime atravessa" e atribuiu a culpa desta situação em primeiro lugar aos "próprios agentes do sistema que se têm mostrado incapazes de o gerir" e, em segundo lugar, "ao poder político, cada vez mais enfraquecido", que não tem tido "nem a força nem a coragem para assumir as suas responsabilidades". Rui Rio citou, a propósito, o facto de o Tribunal da Relação "entender que chamar energúmeno ao presidente da Câmara do Porto não é difamação mas sim liberdade de informação". Lamentou também que o facto de estar a ser julgado pela decisão "eminentemente política" de reprovar o subsídio de 20 mil euros a um grupo de teatro da cidade. O autarca deplorou ainda as últimas projecções para a quebra do produto interno bruto em 2009, afirmando que "não há memória de empobrecermos tanto num só ano". O autarca considerou que as razões para este facto não estão só fora do País."É verdade que sofremos os graves efeitos de uma crise económica mundial mas também é verdade que gastamos mais do que o que produzimos durante tempo demais e endividamo-nos de forma completamente demagógica e irresponsável", afirmou. Na sessão, Rui Rio condecorou com a Medalha da Cidade os empresários Belmiro de Azevedo e João Serrenho, os cientistas Alexandre Quintanilha, Daniel Serrão e Maria da Purificação Tavares, o artista plástico Francisco Laranjo, o arquitecto José Carlos Loureiro, o escritor Papiniano Carlos, o tenista José Vilela e os dirigentes associativos Alcino Sousa, Joaquim Vilela e Augusto Dias. A Lusa contactou a RTP para obter um comentário da Direcção de Informação às críticas de Rui Rio mas, até ao momento, tal não foi possível.

 

Fonte: Lusa.



publicado por comunicaradireito às 22:05
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Debater e reflectir sobre as leis da comunicação social. Coordenação: Jorge Ferreira
pesquisar neste blog
 
tags

televisão(106)

internet(105)

empresas(94)

imprensa(84)

história(62)

justiça(62)

opinião(53)

jornalistas(50)

escola(44)

blogues(42)

erc(41)

comunicação social(38)

eua(37)

informática(34)

liberdade de expressão(31)

jornalismo(25)

direitos de autor(24)

governo(22)

revistas(20)

publicidade(19)

reino unido(19)

pirataria(15)

liberdade(14)

política(12)

ps(12)

download pirata(11)

rádio(11)

censura(10)

crianças(10)

espanha(10)

agenda(9)

assembleia da república(9)

frança(9)

telecomunicações(9)

crise(8)

irão(8)

privacidade(8)

blogue para hoje(7)

concentração(7)

despedimentos(7)

direito à imagem(7)

língua portuguesa(7)

telemóveis(7)

eleições 2009(6)

cavaco silva(5)

ccpj(5)

china(5)

concorrencia(5)

prémios(5)

publicações(5)

serviço público(5)

comércio electrónico(4)

madeira(4)

provedor dos leitores(4)

psd(4)

suécia(4)

brasil(3)

futebol(3)

media(3)

regulação(3)

angola(2)

austrália(2)

bloguista(2)

canadá(2)

cds(2)

cinema(2)

clube de jornalistas(2)

consumidores(2)

coreia do norte(2)

cuba(2)

estado(2)

ética profissional(2)

google(2)

igreja católica(2)

iraque(2)

itália(2)

parlamento europeu(2)

pcp(2)

plágio(2)

sociedade da informação(2)

sondagens(2)

tribunais(2)

união europeia(2)

venezuela(2)

afeganistão(1)

alemanha(1)

américa latina(1)

anacom(1)

argentina(1)

artigo de opinião(1)

autoregulação(1)

benfica(1)

call centers(1)

casa da imprensa(1)

cia(1)

conselho deontológico(1)

coreia do sul(1)

dados pessoais(1)

despesa pública(1)

deveres dos jornalistas(1)

todas as tags

subscrever feeds