Sábado, 14 de Novembro de 2009

"Há 20 anos havia apenas dois canais em Portugal, ambos geridos pelo Estado. A programação era determinada por funcionários públicos, que tinham em conta não só o que as pessoas queriam ver, mas também o que achavam que elas deviam ver. Era frequente a qualquer hora não haver programas que interessassem a muitas pessoas, mas por outro lado, porque só havia uma telenovela, quem gostava de telenovelas partilhava um conjunto de pontos comuns para discutir nos dias seguintes."
 

Ricardo Reis, no "i".

 



publicado por comunicaradireito às 17:05
Terça-feira, 10 de Novembro de 2009

A Rua Sésamo nasceu há 40 anos nos EUA e marcou gerações de crianças em todo o mundo. Em Portugal, assumiu como principal missão ajudar a baixar as altas taxas de reprovação no básico que se registavam em 1989 e colmatar a pouca cobertura que então tinha o pré-escolar. Quando o Poupas começou a falar português corria o ano de 1989 e o ensino pré-escolar tinha uma cobertura pouco superior a 30 por cento. Por outro lado, as taxas de reprovação na primeira e segunda classes rondavam os 40 por cento. Estes indicadores, aliados à preocupação com os muitos imigrantes que chegavam então a Portugal e com os países africanos de língua portuguesa (PALOP) acabaram por centrar a versão lusa nas questões da leitura e escrita. Mas os denominados "poderes da criança" não foram esquecidos. "A criança ser capaz. Lembra-me o que o Obama diz: 'yes, we can' e era um bocadinho essa ideia que queríamos transmitir", recorda, em declarações à Lusa, a directora pedagógica da versão portuguesa da série norte-americana, Maria Emília Brederode Santos. Por outro lado, "também foi chamada a atenção dos adultos para a educação pré-escolar e [para a necessidade de] atender especialmente às crianças de meios mais desfavorecidos", acrescenta.

 

Mas Maria Emília diz que também aprendeu com a Rua Sésamo: com a versão turca, por exemplo, percebeu que "salamaleque" tem origem nos cumprimentos usados pelos árabes.A responsável pela programação infantil da RTP 2, Teresa Paixão, era a guionista responsável pelos curtos documentários da Rua Sésamo e lembra o "pequeníssimo papel que teve" na série mas que a "influenciou devastadoramente, no melhor sentido da palavra". "Era um formato internacional ocidental, que defendia, e que continua a defender, a igualdade entre as pessoas, independentemente da crença, raça ou credo, a democracia, a igualdade e fraternidade, a honestidade e que o bem-estar comum é algo bom", comenta.Sempre no canal 2 da RTP, Teresa Paixão já acompanhou a 'descendência' portuguesa da Rua Sésamo: o "filho" Jardim da Celeste e a "espécie de neto que é a Ilha das Cores". O realizador Rui Nunes realizou as segunda e terceira séries da Rua Sésamo portuguesa e também percebeu a importância do programa quando conheceu uma idosa açoriana que aprendeu a ler e a escrever quando via o programa com o neto. "Foi um facto que nem sequer foi equacionado pela própria série", que era dirigida a crianças entre os três e os cinco/seis anos, afirma. Também conheceu uma criança de um ano que surpreendeu com a primeira palavra que disse: não foi nem mãe, nem pai, mas Poupas, uma das personagens principais da série portuguesa.

 

Para Teresa Paixão, a qualidade e a quantidade nas áreas da dobragem e da animação em Portugal também foram estimuladas pela Rua Sésamo. Mas Rui Nunes ainda hoje dá uma "utilização prática" à Rua Sésamo, que transformou numa espécie de "cartão-de-visita": quando inicia aulas com novos alunos prime o botão do comando do aparelho do DVD da sala para lhes apresentar "pelo menos um programa" feito por si e que eles gostaram. Na televisão aparece o Ferrão, o Poupas ou a Titã, que são imediatamente reconhecidos e admirados pelos alunos. Também facilmente reconhecível é a música do genérico, que teve autoria luso-americana de Joe Raposo, lembra Maria Emília Brederode, entre outras recordações de um programa "extraordinariamente bem sucedido e que chegou na hora certa". A Rua Sésamo faz hoje 40 anos nos Estados Unidos. Em Portugal fez 20 anos no passado dia 06.

 

Fonte: Lusa.

(Poupas)



publicado por comunicaradireito às 08:00
Sexta-feira, 06 de Novembro de 2009

As primeiras emissões da TV Tejo, um projecto televisivo online do distrito de Santarém, começaram esta semana. A empresa responsável por esta iniciativa é a TagusMédia constituída por Jorge Guedes, David Antunes e Sandra Amendoeira e as emissões podem ser vistas em www.tvtejo.com. Neste espaço alem de se disponibilizarem notícias, escritas e em formato vídeo, sobre a região, apela-se à participação dos utilizadores da página no sentido de fornecerem vídeos sobre o distrito de Santarém. Ler aqui, no Jornal dos Media.



publicado por comunicaradireito às 02:33
Quinta-feira, 05 de Novembro de 2009

A SportTV e a UEFA assinaram hoje o acordo para a transmissão, em directo, da totalidade dos jogos de futebol da fase final do Euro2012, uma organização conjunta da Polónia e da Ucrânia. Depois de um processo negocial que Bessa Tavares, administrador da SportTV classificou de "fácil", o canal codificado garantiu os direitos de transmissão dos 31 encontros, dos quais 12 em exclusivo, o que vai permitir uma extensa cobertura num dos três canais, com resumos diários, magazines e programas dedicados à prova, além da repetição de jogos. Nuno Ferreira, director de programas e de informação do canal codificado, as  assinalou que a SportTV será "a única televisão em Portugal a transmitir o Euro2012 em directo" (excepção aos jogos previstos por lei no canal aberto) e que a cobertura terá "os mesmos moldes em termos de conteúdos" da operação montada para o Euro2008, na Suíça e Áustria, "a primeira grande competição a ser transmitida em Portugal em alta definição (HD)". O responsável sublinhou que “o envolvimento da SportTV tem sido crescente" nas grandes competições europeias e mundiais de futebol e regozijou-se pelo facto de a estação portuguesa ter sido "das primeiras televisões a fechar contrato com a UEFA para a fase final do Euro2012". Philippe le Floc'h, director de marketing da UEFA, aludiu à satisfação do organismo em "receber a SportTV no seu grupo exclusivo de televisões oficiais que vão emitir o Euro2012", de 09 de Junho a 01 de Julho de 2012, e, depois de vincar que o canal português "é um parceiro de longa data", garantiu que se pretende, com a parceria, proporcionar "uma experiência única aos adeptos portugueses". "Temos uma satisfação grande em manter a relação com a SportTV. É uma honra e um privilégio podermos continuar com esta relação de confiança, que começou no Euro2000 e depois continuou no Euro2004, um evento extraordinário, e no Euro2008", disse.

 

Fonte: Lusa.



publicado por comunicaradireito às 19:04
Terça-feira, 03 de Novembro de 2009

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS

Gabinete do Ministro dos Assuntos Parlamentares

Despacho n.º 23951-A/2009

(Despacho publicado no "Diário da República" - 2.ª Série, n.º 211,
Suplemento, de 30 de Outubro de 2009, página 44404-(2)
 

1 - Nos termos do n.º 4 do artigo 32.º da Lei n.º 27/2007, de 30 de Julho, torna-se pública a lista dos acontecimentos que devem ser qualificados de interesse generalizado do público para efeitos do disposto no n.º 2 daquele preceito, devendo o seu acesso ser facultado pelos adquirentes dos respectivos direitos exclusivos que emitam em regime de acesso condicionado ou sem cobertura nacional aos operadores interessados na sua transmissão televisiva que emitam por via hertziana terrestre com cobertura nacional e acesso não condicionado:

a) Jogos oficiais da Selecção Nacional A de Futebol;

b) Final da Taça de Portugal de Futebol;

c) Um jogo por jornada do campeonato nacional de futebol da I Liga, envolvendo necessariamente uma das três equipas melhor classificadas nos campeonatos das últimas cinco épocas, considerando para o efeito o cômputo acumulado das respectivas classificações no conjunto dessas épocas;

d) Um jogo por jornada, ou por mão de uma eliminatória, da Liga dos Campeões em que participem equipas portuguesas;

e) Um jogo por eliminatória da Liga Europa, a partir dos quartos-de-final, em que participem equipas portuguesas;

f) Finais das competições de clubes organizadas pela UEFA, incluindo a Supertaça Europeia;

g) Cerimónias de abertura e de encerramento, bem como jogos de abertura, quartos-de-final, meias-finais e final do XIX Campeonato do Mundo de Futebol, organizado pela FIFA (África do Sul, 2010);

h) Volta a Portugal em Bicicleta;

i) Participações de praticantes portugueses, bem como das selecções nacionais «A», na fase final dos Campeonatos do Mundo e da Europa das diversas modalidades desportivas;

j) Finais das competições oficiais internacionais entre clubes em que participem equipas portuguesas nas modalidades de andebol, basquetebol, hóquei em patins e voleibol.

2 - Os acontecimentos referidos nas diferentes alíneas do número anterior do presente despacho são obrigatoriamente facultados para transmissão integral e em directo pelos operadores beneficiários da cedência dos respectivos direitos, ao abrigo do n.º 4 do artigo 32.º da Lei n.º 27/2007, de 30 de Julho.

3 - Exceptua-se do disposto no número anterior o evento previsto na alínea h) do n.º 1, cuja cedência de direitos para transmissão deve contudo abranger a cobertura em directo de uma parte significativa do evento, e nunca inferior à última meia hora de cada etapa diária, bem como a faculdade de efectuar resumos alargados diários da prova com a duração mínima de quinze minutos.

4 - Foi ouvida a Entidade Reguladora para a Comunicação Social.

28 de Outubro de 2009. - O Ministro dos Assuntos Parlamentares, Jorge Lacão Costa.

Página actualizada em 30-10-2009 10:52:14



publicado por comunicaradireito às 16:59
Quarta-feira, 28 de Outubro de 2009

O organismo regulador dos media vai recorrer da decisão do tribunal administrativo de Lisboa que terça-feira deu despacho favorável à providência cautelar interposta pela Telecinco, deixando assim congelado o processo de abertura do quinto canal. "A Entidade Reguladora para a Comunicação Social irá recorrer da decisão", disse hoje à Lusa o director executivo do organismo.

O tribunal administrativo decidiu terça-feira dar razão à providência cautelar apresentada pela concorrente ao quinto canal Telecinco em Abril passado, o que bloqueou o concurso até à sentença do processo principal. Em Abril, a Telecinco processou a ERC pela sua decisão de excluir a candidatura da empresa ao concurso do quinto canal generalista em sinal aberto. A ERC excluiu também a candidatura da outra concorrente, a Zon Multimédia. Simultaneamente, a Telecinco interpôs uma providência cautelar, com vista a suspender todas as consequências possíveis do chumbo da ERC, nomeadamente a abertura de novo concurso pelo Governo, ou a entrega do espectro remanescente aos outros canais nacionais. A decisão do tribunal demorou meio ano a ser tomada, tendo sido ultrapassados todos os prazos legais previstos, mas agora, mesmo que queira, o Governo não pode abrir novo concurso. O processo fica assim parado durante todo o tempo necessário à decisão do Tribunal sobre a acção principal (contestação da Telecinco ao chumbo da ERC), o que pode demorar anos.

 

Fonte: Lusa.



publicado por comunicaradireito às 15:05
Terça-feira, 27 de Outubro de 2009

A Justiça foi feita», é com alívio que Carlos Pinto Coelho, porta-voz da Telecinco, recebe a notificação do deferimento da providência cautelar interposta pela empresa concorrente à licença do quinto canal de televisão.Graças a esta decisão judicial, da qual a empresa foi notificada esta terça-feira, «o Estado fica proibido de abrir um novo concurso para atribuição de uma licença de televisão para o quinto canal», enquanto não estiver decidida a acção principal.Recorde-se que tanto a Telecinco como a Zon – os dois concorrentes ao quinto canal – foram excluídas do concurso pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), que entendeu que estas não cumpriam os requisitos necessários para conseguir a licença.Tanto a ZON como a Telecinco recorreram aos tribunais, para tentar reverter a sua exclusão do concurso e decisão agora conhecida faz com que o Estado não possa abrir um novo concurso enquanto os tribunais não se pronunciarem sobre esta decisão da ERC.

O deferimento da providência cautelar pode, no entanto, ainda ser alvo de recurso por parte da ERC. Ler aqui, no Sol e no Público.



publicado por comunicaradireito às 13:38
Segunda-feira, 26 de Outubro de 2009

Está neste momento em curso uma guerra enre a administração Obama e a Fox News. Está tudo aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 00:59
Terça-feira, 06 de Outubro de 2009

A televisão morreu? Foi esta a primeira pergunta que veio à cabeça do especialista em jornalismo digital Michael Rosenblum, quando leu a notícia de ontem do Guardian onde era anunciado que o jogo de sábado, de qualificação para o Mundial, entre a Inglaterra e Ucrânia ia ser transmitido, em exclusivo, na Internet. É a primeira vez que isto acontece. “Acabei de ler um obituário da televisão esta manhã no jornal”, vaticinava Rosenblum sobre este facto. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 18:14
Sábado, 19 de Setembro de 2009

A Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERC) enviou ontem uma série de questões à antiga pivot do Jornal Nacional de Sexta e ex-subdirectora de informação da TVI, Manuela Moura Guedes, depois de a jornalista ter pedido há vários dias para ser ouvida no âmbito do processo de averiguações lançado no início de Setembro, com carácter de urgência. Ler aqui, no Público.
 



publicado por comunicaradireito às 19:58
Quarta-feira, 16 de Setembro de 2009

Júlio Magalhães, 46 anos, vem hoje do Porto para Queluz de Baixo para assumir o lugar de novo director de informação da TVI, num momento de grande tensão relacionada com o fim, imposto pela administração da estação televisiva, do Jornal Nacional das sextas-feiras, apresentado por Manuela Moura Guedes. Em entrevista ao PÚBLICO, salienta que a prioridade vai ser estabilizar o ambiente entre os 150 elementos da redacção e assume que os próximos tempos vão ser difíceis. Ler aqui uma oportuna entrevista, no Público.


tags: ,

publicado por comunicaradireito às 08:55
Terça-feira, 21 de Julho de 2009

A ausência de Ruben de Carvalho, candidato da coligação CDU, PEV à Câmara de Lisboa, no programa Grande Entrevista de Judite de Sousa, levou a concelhia da capital da CDU a acusar a RTP de discriminação e parcialidade. A CDU tem agendada uma concentração de protesto, à porta da televisão pública para amanhã pelas 18h30. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 22:07
Quarta-feira, 15 de Julho de 2009

A Autoridade Nacional Palestiniana ordenou hoje a suspensão temporária das actividades do canal televisivo Al-Jazira em Ramallah, na Cisjordânia. A Al-Jazira é acusada de ter emitido informações contra a Organização para a Libertação da Palestina (OLP), a Autoridade Palestiniana e o seu presidente Mahmoud Abbas, que poderão avançar com uma ordem judicial contra o canal. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 19:39
Terça-feira, 14 de Julho de 2009

A Federação Distrital do PS/Porto tornou-se hoje a primeira estrutura partidária do país a dispor de um canal de televisão na Internet, o PSPORTOTV, disse fonte socialista. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 18:12
Quarta-feira, 08 de Julho de 2009

Até ao final do ano a Económica, que edita o Diário Económico e Semanário Económico, prepara o lançamento no cabo de um canal especializado em economia, a Económico.TV. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 19:17

O director de Informação da RTP José Alberto Carvalho rejeita as acusações de “silenciamento” de uma força político-partidária ou de “promoção” de outra força. O responsável disse ainda que “RTP mudou e já não é aquilo que as pessoas porventura conheceram”, em resposta às duras críticas lançadas pelo PSD ao trabalho de cobertura noticiosa do partido feito pela RTP. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 19:15
Segunda-feira, 06 de Julho de 2009

O Natixis e o Finantia são os bancos mandatados para tentar vender a participação minoritária da Media Capital, a casa-mãe da TVI, aos grupos de media, noticia o Semanário Económico. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 11:04
Quinta-feira, 02 de Julho de 2009

O director de informação da RTP considera "estranho e absurdo" ser chamado pela terceira vez ao Parlamento para explicar critérios editoriais. Em declarações à Lusa, José Alberto Carvalho, afirmou que "se o deputado Agostinho Branquinho [do PSD] se refere ao relatório da ERC [Entidade Reguladora para a Comunicação Social], terei todo o prazer em elucidar pela terceira vez qual a posição da RTP". O PSD utilizou um direito de agendamento para impor a audição de José Alberto Carvalho na Comissão de Ética, Sociedade e Cultura, já marcada para quarta-feira. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 13:14
Terça-feira, 30 de Junho de 2009

O vice-presidente da Câmara do Porto apresentou uma queixa na ERC - Entidade Reguladora para a Comunicação Social contra a RTP alegando instrumentalização da estação pública no tratamento noticioso sobre o município e sobre Rui Rio. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 09:50
Sexta-feira, 26 de Junho de 2009

O Governo vai opor-se ao negócio de compra de uma participação da TVI pela PT para que "não haja a mínima suspeita" de que a operação "se destina e qualquer alteração da linha editorial" do canal, anunciou hoje o primeiro-ministro no Parlamento, em declarações aos jornalistas. Ler aqui, no Público.
 



publicado por comunicaradireito às 11:07
Quinta-feira, 25 de Junho de 2009

A Prisa confirmou hoje estar em negociações para vender parte da Media Capital à Portugal Telecom, explicando que o negócio visa impulsionar o grupo nos mercados internacionais e, particularmente, nos países de língua portuguesa. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 18:09
Sábado, 20 de Junho de 2009

A saída do actual director-geral da TVI para uma candidatura à presidência do Benfica era considerada pelo grupo Prisa como uma boa solução para afastar José Eduardo Moniz, que se tornou incómodo para a administração da empresa, diz a edição de hoje do Expresso. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 17:12
Terça-feira, 16 de Junho de 2009

Não foi propriamente mais um grande passo para a humanidade, mas na sexta-feira os Estados Unidos viveram mais um momento histórico: as estações televisivas desligaram o sistema analógico e passaram a emitir apenas em sinal digital. No sábado, a comissão federal das comunicações, responsável pela condução de todo o processo, fez um primeiro balanço positivo. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 10:33
Sexta-feira, 05 de Junho de 2009

As notícias sobre o Governo e o PS emitidas pela informação diária da RTP, entre Setembro de 2007 e o final de 2008, representam 50,98% e as relativas à oposição parlamentar atingem os 48,49%, revela o Relatório do Pluralismo Político-Partidário no Serviço Público de Televisão, ontem divulgado pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC). No entanto, por partido político, os valores relativos à presença do PSD atingem os 18,6%, encontrando-se a abaixo dos valores de referência, fixados nos 27%, mesmo tendo em conta a margem de erro do trabalho que é de 6,8%. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 10:11
Terça-feira, 02 de Junho de 2009

"A ERC, Entidade Reguladora para a Comunicação Social, nunca me inspirou simpatia, nem o contrário. Umas vezes concordei com ela, outras vezes não, outras ainda fiquei sem saber se tinha, ou não tinha, razão. Mas a decisão que tomou sobre o controverso jornal da TVI, à qual se juntou a do Conselho Deontológico dos Jornalistas, não deixa margem para duas interpretações: o Jornal Nacional de Manuela Moura Guedes mistura factos e opinião, e isso é eticamente inaceitável. Diz o director da estação que a decisão da ERC em nada mudará os padrões que «tornaram os jornais da TVI nos serviços informativos mais procurados pelos portugueses», como se estivéssemos perante uma lógica irrefutável. Acontece que não estamos. Segundo a princípio de José Eduardo Moniz, o que é o bom é o que as pessoas querem, e o cliente tem sempre razão. Dan Brown é um excelente escritor porque vende milhões de livros, Quim Barreiros é um óptimo músico porque vende toneladas de discos, e assim por diante. O pior é que não estamos diante uma lógica puramente comercial, segundo a qual o princípio se aceitaria. O caso denunciado pela ERC configura uma violação das regras do jornalismo, e quando assim é não basta mudar de canal — ou os fogachos inconsequentes da ERC. Só mais uma coisa sobre o caso: ao contrário do que os responsáveis da TVI nos querem fazer crer (dá-lhes jeito que assim seja), as críticas ao «jornalismo» de Manuela não vêm, apenas, de organismos governamentais ou de sectores que lhe são afectos. As críticas vêm, também, dos jornalistas, apesar de poucos serem capazes de as fazerem aberta e frontalmente. E ainda mais outra: insiste-se que o problema de Manuela é o estilo, que toda a gente diz não apreciar. Ora, toda a gente vê que o estilo é uma questão de somenos. O verdadeiro problema é a substância, que o estilo, quando muito, sublinha."

 

Ilídio Martins, no Esmaltes e Jóias.



publicado por comunicaradireito às 21:44

"Pelo conteúdo da sua 'recomendação' à  TVI e sobretudo pelo momento escolhido para a tornar pública, em pleno período oficial de campanha eleitoral, a Entidade Reguladora para a Comunicação Social confirma-se como um organismo que serve essencialmente os interesses do Governo. É lamentável que assim seja. E ainda mais lamentável que uma das suas vogais, em declaração de voto, tenha achado insuficiente a vergastada no canal televisivo que mais tem incomodado o primeiro-ministro. Estrela Serrano, numa inovadora teoria sobre a interligação de determinados trejeitos com o conteúdo jornalístico, contesta a "muito peculiar linguagem gestual e facial" de Manuela Moura Guedes.

Acabamos assim todos de receber, por parte da antiga assessora de imprensa de Mário Soares, uma originalíssima lição de jornalismo: os "risos irónicos e outras formas de expressão não verbais atentam contra o rigor da informação, pela conotação valorativa ou depreciativa que imprimem" às notícias.

"Como forma de comentário não verbal que na realidade é, o modo de apresentação das notícias do 'Jornal Nacional de Sexta' produz um efeito manipulador, ao induzir a antecipar juízos de valor sobre as notícias", conclui judiciosamente a vogal Estrela Serrano. Risos irónicos? Um verdadeiro escândalo: nunca tal se viu em lugar algum.

Já se ouve falar por aí em nova censura, sob o disfarce de uma determinada sigla. Serei o último a desmentir tal tese."

 

Pedro Correia, no Corta-Fitas.



publicado por comunicaradireito às 10:35

"Se Portugal fosse um país a sério indignar-se-ia, repito a palavra, indignar-se-ia, pelo silêncio e complacência da Entidade Reguladora da Comunicação com a governamentalização da informação da RTP, que contrasta e muito com a rapidez com que vem condenar a TVI. A TVI tem certamente muitos aspectos condenáveis, mas vive do valor das suas audiências e é privada. A RTP é do Estado, existe em nome de uma afirmação de superioridade moral do seu jornalismo, o "serviço público", e é paga, e muito bem paga (a RTP é recordista dos apoios do Estado às empresas públicas e isso não é por acaso) pelos contribuintes. Se existe um resquício de legitimidade na acção da ERC, seria o controlo da comunicação social pública, enquanto ela existir e não houver um governo que tenha a coragem de a extinguir, mesmo contra os interesses egoístas em que todos tem vantagens em escolher as pessoas que controlam os telejornais e as horas de circo que a televisão pública passa para distrair o povo da escassez do pão."

 

Pacheco Pereira, no Abrupto.



publicado por comunicaradireito às 09:53
Segunda-feira, 01 de Junho de 2009

Quem de nós é que ainda não ouviu falar / assistiu à rubrica da SIC ‘ Nós por cá ‘? De inicio inserida no Jornal da Noite, aos Sábados mas que a 5 de Janeiro deste ano começou com um formato novo de, Segunda a Sexta – Feira no horário das 19:00H, com uma duração de 45min e a tomar o leme Conceição Lino como apresentadora, também ela uma cara conhecida nos nossos ecrãs.

 

O programa teve inicio em 2004 tentando talvez recuperar o formato de ‘ Praça Pública ’, que fez furor no início dos anos 90, mas que, contudo, é um caso sem comparação na televisão portuguesa no que diz respeito ao envolvimento dos cidadãos no jornalismo, como um tipo de «cidadão repórter», pois muitos casos, cerca de 90% de e-mails ‘caiam’ na caixa de correio do programa, 60% deles com fotografias, vídeos e documentos em anexo.

 

Era esta a ‘ mão amiga ’ que fazia falta aos portugueses para a sua voz soar mais alto e o que não fazia falta, de todo, aos ‘ peixes graúdos ’ do nosso país, atrevia-me a dizer até que «é como dar a um hiper-tenso uma receita com sal».

 

São visíveis os frutos que o ‘Nós por cá’ (NPC) tem vindo a dar, apesar de nem todos os problemas levados ao programa - talvez nem maior parte deles, terem sido solucionados, pelo menos de imediato - mas há que gabar os que foram resolvidos, pois neste ‘Portugal dos pequeninos’ com grandes questões a resolver, o mais pequeno pormenor, a avançar de maneira positiva, já é um grande feito, «grão a grão…»

 

Como vivemos num meio que se tornou para ‘inglês ver’, é obvio que rubricas deste formato, ‘incomodam’ de certo modo os responsáveis por tais, diria até, insólitos, e que deste modo para que as suas ‘capacidades’ não venham de novo a praça pública, disponibilizam-se de imediato a emendar erros. Resumiria tudo a um «não vai a bem, vai a mal», enfim, ir a mal ou a bem o que interessa é ir, e parece que tanto o programa como o seu objectivo, dar voz aos cidadãos e tentar solucionar alguns problemas, estão ambos a ir bastante bem.

 

O programa não aposta só no espaço de antena na televisão como também na internet – com um espaço próprio no site oficial da SIC- e disponibiliza ainda uma morada, tornando assim acessível o contacto para todo o tipo de pessoas, dos mais novos aos mais velhos, como também dos mais pobres aos mais ricos.

 

Para mais informações

 

T. Franco - 13328



publicado por comunicaradireito às 12:36
Sexta-feira, 29 de Maio de 2009

O Conselho Deontológico dos Jornalistas recebeu esta semana cinco queixas e pedidos de parecer sobre o Jornal Nacional 6.ª-Feira, da TVI, apresentado por Manuela Moura Guedes. No sábado, após a entrevista a Marinho Pinto, marcada por um final em que o bastonário da Ordem dos Advogados acusou a jornalista de fazer um mau jornalismo e violar o código deontológico da profissão, Orlando César afirmou ao DN que até há data o Conselho Deontológico dos Jornalistas não tinha recebido qualquer queixa sobre o bloco informativo da TVI, o de maior audiência da televisão nacional. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 12:25

"Manuel Moura Guedes e Marinho Pinto foram muito criticados pelas respectivas performances no Jornal Nacional de 6ª de 22.05. Em caixas de comentários na internet muitos leitores atacaram um ou outro com violência. Apetece dizer a todos os escandalizados: sejam bem vindos à liberdade. A entrevista, com os seus erros ou exageros, foi um exercício da liberdade de expressão, quer pela jornalista, quer pelo bastonário dos Advogados. O mundo não acaba quando se dialoga forte e feio em directo; não peçam proibições e demissões e o diabo a quatro. Aquilo é a liberdade de chinelo a dar a dar, o que é muito melhor do que a censura desejada em raivosos comentários."

Eduardo Cintra Torres, no Público.



publicado por comunicaradireito às 12:06

O director-geral da TVI garantiu hoje que a estação vai manter as suas práticas de produção de notícias, reagindo a uma deliberação do organismo regulador dos media que acusa o canal de misturar factos com opinião. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 11:58
Quinta-feira, 28 de Maio de 2009

A TVI, mais concretamente algumas das suas emissões do Jornal da Noite de 6.ª Feira, foi condenada pelo Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social por “desrespeito de normas ético-legais aplicáveis à actividade jornalística”. A deliberação divulgada hoje toma posição sobre um conjunto de queixas apresentadas contra aquele canal de televisão, em concreto contra o jornal televisivo semanal que Manuela Moura Guedes apresenta à sexta-feira. Ler aqui, no Público.
 



publicado por comunicaradireito às 12:26
Terça-feira, 26 de Maio de 2009

O lançamento de um canal em português da CCTV "é a forma mais directa" de mostrar o país aos falantes da língua portuguesa, considerou hoje Cao Yin, vice director-geral do Ministério do Filme, Rádio e Televisão da China. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 11:38
Segunda-feira, 25 de Maio de 2009

Dezenas de polícias passaram a pente fino a casa do proprietário da estação de televisão venezuelana Globovisión, Guillermo Zoloaga. A visita dos agentes, de vários departamentos, aconteceu semana e meia depois do Presidente Hugo Chávez ter ameaçado os media críticos do regime. A força policial, de meia centena de homens, incluindo fiscais, funcionários dos serviços de trânsito e de protecção do consumidor, entrou na morada na noite de sexta-feira, contou a correspondente do diário espanhol El País. O director do Corpo de Investigações, Wilmer Trosel, explicou a rusga afirmando que fora detectado no lugar um lote "importante" de veículos em "estado de ocultação".

 

Fonte: Público.



publicado por comunicaradireito às 00:20
Domingo, 24 de Maio de 2009

As campanhas publicitárias de jornais não podem ser consideradas anúncios institucionais, como fez a RTP, porque visam divulgar produtos comerciais que têm como objectivo gerar lucro, defende a maioria dos especialistas em media contactada pela agência Lusa. Em causa está o facto de a RTP, há cerca de duas semanas, ter passado a campanha publicitária de lançamento do jornal i no seu espaço institucional, o que gerou uma queixa do jornal Público e da TVI à Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 13:15

Os ministros que têm a tutela da comunicação social na União Europeia chegavam a um acordo político sobre a directiva “Audiovisual sem Fronteiras”, que flexibilizará as actuais regras da publicidade televisiva.



publicado por comunicaradireito às 13:12
Sábado, 16 de Maio de 2009

Quem diria? Apesar de ser o mais consensual dos presidentes norte--americanos das últimas décadas e de os seus discursos serem acompanhados com grande atenção mediática um pouco por todo o mundo, as conferências de imprensa em horário nobre de Barak Obama estão a dar um prejuízo de cerca de 22 milhões de euros de receitas publicitárias às maiores estações televisivas dos Estados Unidos: CBS, Fox, ABC e NBC . Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 01:38

Dia 29 é o dia do adeus. Jay Leno, à frente do “Tonight Show” da NBC, um dos programas mais vistos da TV norte-americana (que chega a nós pela SIC Radical) faz o último programa no próximo dia 29, anunciou a cadeia de televisão norte-americana. No dia 1 de Junho o senhor que se segue é o não menos famoso Conan O’Brien, uma alteração anunciada há quatro anos. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 01:33
Terça-feira, 12 de Maio de 2009

O Sindicato dos Jornalistas analisou a proposta de actualização salarial proposta pela administração da RTP para 2009 mas decidiu não a aceitar. Amanhã realiza-se novo plenário de trabalhadores, que se repete no Porto no dia 20, para analisar esta questão. Ler aqui, no Público.
 



publicado por comunicaradireito às 19:34

O dinheiro começa a faltar nas estações de televisão privada. Na SIC e na TVI alguns programas populares já sofreram cortes, uns deixaram de ir para o ar, outros, por enquanto, ainda são apenas apanhados pelos cortes nos ordenados, escreve o 24Horas. Ler aqui, no Sol.



publicado por comunicaradireito às 12:34
Sexta-feira, 08 de Maio de 2009

A cadeia britânica de televisão Sky pediu desculpa aos seus telespectadores por ter emitido os insultos do jogador do Chelsea Didier Drogba ao árbitro Tom Henning, no fim do jogo contra o Barcelona, da meia-final da Liga dos campeões. O Chelsea pedeu a partuda nos últimos minutos do jogo. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 15:22
Quarta-feira, 06 de Maio de 2009

Miguel Moutinho, da Associação Animal, apela às pessoas que boicotem a operadora Zon e mudem para as empresas concorrentes por causa das emissões do Festa Brava, que começa amanhã na posição 29. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 20:59

A Zon vai incluir no seu pacote um espaço dedicado às touradas: o Festa Brava. A operadora de televisão não lhe chama canal, mas vai colocar a emissão de feiras tauromáquicas e corridas de touros espanholas na posição 29, entre as 16.00 e as 00.00, a partir de amanhã. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 20:57

A televisão pública espanhola TVE poderá deixar de ter publicidade a partir de Setembro, passando a ser financiada pelo orçamento do Estado e por taxas pagas pelas televisões privadas e pelos operadores de telecomunicações. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 20:55
Sábado, 02 de Maio de 2009

O número de telespectadores está a aumentar exponencialmente, e quem o diz é a auditora Accenture. Este aumento incide no conjunto dos que visionam através da televisão e dos que o fazem pelas "novas" plataformas, nos computadores pessoais e também nos telemóveis com essa acessibilidade. 
Através de um estudo levado a cabo junto de 14 mil consumidores em diferentes países, concluiu-se que foi visto seis vezes mais canais de televisão que no ano anterior. Quanto ao número de inquiridos, que afirmou ver conteúdos de TV noutros dispositivos, também se observou um aumento significativo.

 

Ler mais aqui, no Diário de Notícias

 

Pedro Colaço, nº 13227



publicado por comunicaradireito às 16:52
Quinta-feira, 30 de Abril de 2009

Os trabalhadores da RTP vão avançar com um pré-aviso de greve para os dias 5 e 7 de Julho, altura em que irão decorrer as eleições europeias, disse hoje à Lusa fonte do Sindicato dos Jornalistas (SJ). Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 20:09

No dia em que arrancaram as emissões de TDT, a Deco alerta consumidores para não se precipitarem na compra de equipamentos. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 14:36
Quarta-feira, 29 de Abril de 2009

O ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Mário Lino, ligou há poucos minutos a televisão digital terrestre, durante uma apresentação realizada em Lisboa. Com este gesto, a nova plataforma de distribuição televisiva começou a funcionar em emissão experimental em 29 localidades portuguesas, abrangendo 40 por cento da população. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 15:36

A televisão digital terrestre (TDT) arranca hoje em Portugal. Cerca de dez localidades (os nomes serão conhecidos hoje), incluindo Lisboa e Porto, podem a partir de agora aceder a uma nova forma de receber TV. O sinal analógico, que ainda cerca de metade da população utiliza para ver os quatro canais generalistas vai continuar até Abril de 2012, altura em que é feito o denominado switch-off (apagão). Mas atenção, quem é cliente de uma das operadoras de cabo ou IPTV (Zon, Meo, Cabovisão, Clix SmarTV...) não vai ser afectado por esta mudança. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 11:01
Terça-feira, 28 de Abril de 2009

O Supremo Tribunal norte-americano aprovou hoje uma medida para o controlo dos palavrões na televisão, que punirá os sujeitos pelo uso de uma linguagem imprópria em directos, noticiou a Reuters. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 21:56
Segunda-feira, 27 de Abril de 2009

José Alberto Lemos, director da RTPN, diz ser prejudicado pela Zon TV Cabo por o seu canal ser excluído do pacote básico da operadora, sendo substituído pelo TVI 24.

 

A ZON defende-se dizendo que a RTPN nunca esteve no seu pacote de selecção, e “a escolha dos canais incluídos no pacote selecção é uma decisão exclusivamente nossa e fruto da avaliação dos melhores interesses dos nossos clientes” diz Jorge Graça, director de conteúdos.

 

Como prova de que a RTPN está a ser prejudicada José Alberto Lemos refere que “tivemos o share mais baixo da nossa história, com 0,5%, quando no dia anterior tínhamos tido 4,9%”, aquando desta alteração feita pela Zon TV Cabo.

 

 

Leia aqui, no Jornal de Notícias

 

Marta Moreira n.º 9974



publicado por comunicaradireito às 21:40
Sábado, 25 de Abril de 2009

O director de programas da RTPN, José Alberto Lemos, acusou hoje a Zon TV Cabo de ter provocado "danos graves" a este canal por ter mudado o seu lugar na grelha de programação e retirado do Pacote Selecção. Ler aqui, no Sol.



publicado por comunicaradireito às 13:57

A Telecinco entregou dia 22 de Abril no Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa, “um processo que contesta a decisão e os fundamentos da ERC, que chumbou o nosso projecto candidato ao 5º canal” disse Carlos Pinto Coelho ao CM. Ler aqui, no Correio da Manhã.



publicado por comunicaradireito às 00:40
Sexta-feira, 24 de Abril de 2009

O presidente da Câmara do Porto, Rui Rio, acusou hoje a RTP 1 de "quase" ter limpo a sua imagem das suas opções de informação desde o princípio do ano, tendo-lhe concedido apenas "alguns segundos de emissão". Rui Rio, que falava no discurso da sessão comemorativa dos 35 anos da revolução de 25 de Abril de 1974, referiu que a RTP não deixa de aparecer nas actividades da Câmara, "só que as notícias vão, normalmente, para o sítio da televisão pública - http://tv1.rtp.pt" - não sendo emitidas nos telejornais. "Será que esta atitude se deve ao facto de estarmos em ano eleitoral?", perguntou Rui Rio, que desafiou em seguida os presentes a "acreditar que não há qualquer intenção grosseira da televisão pública e que, portanto, tudo isto está a acontecer por simples e mero acaso". Como aconteceu em anos anteriores, a situação na justiça esteve no centro do discurso de Rui Rio, um factor que considera pôr "claramente em causa" a democracia. Rui Rio afirmou que a justiça - cujo bom funcionamento considera a base uma sociedade verdadeiramente desenvolvida - "atingiu o patamar mais baixo que alguma vez pensámos que pudesse atingir". O autarca afirmou que este é "o problema mais grave que o regime atravessa" e atribuiu a culpa desta situação em primeiro lugar aos "próprios agentes do sistema que se têm mostrado incapazes de o gerir" e, em segundo lugar, "ao poder político, cada vez mais enfraquecido", que não tem tido "nem a força nem a coragem para assumir as suas responsabilidades". Rui Rio citou, a propósito, o facto de o Tribunal da Relação "entender que chamar energúmeno ao presidente da Câmara do Porto não é difamação mas sim liberdade de informação". Lamentou também que o facto de estar a ser julgado pela decisão "eminentemente política" de reprovar o subsídio de 20 mil euros a um grupo de teatro da cidade. O autarca deplorou ainda as últimas projecções para a quebra do produto interno bruto em 2009, afirmando que "não há memória de empobrecermos tanto num só ano". O autarca considerou que as razões para este facto não estão só fora do País."É verdade que sofremos os graves efeitos de uma crise económica mundial mas também é verdade que gastamos mais do que o que produzimos durante tempo demais e endividamo-nos de forma completamente demagógica e irresponsável", afirmou. Na sessão, Rui Rio condecorou com a Medalha da Cidade os empresários Belmiro de Azevedo e João Serrenho, os cientistas Alexandre Quintanilha, Daniel Serrão e Maria da Purificação Tavares, o artista plástico Francisco Laranjo, o arquitecto José Carlos Loureiro, o escritor Papiniano Carlos, o tenista José Vilela e os dirigentes associativos Alcino Sousa, Joaquim Vilela e Augusto Dias. A Lusa contactou a RTP para obter um comentário da Direcção de Informação às críticas de Rui Rio mas, até ao momento, tal não foi possível.

 

Fonte: Lusa.



publicado por comunicaradireito às 22:05

A SIC Radical faz hoje (23 de Abril) oito anos e marca a data com uma série de estreias e apostas, algumas das quais improváveis. Como o filme de terror “Vila Gondra”, feito por jovens amadores que abordaram o director do canal, Pedro Boucherie Mendes, e que o convenceram pela qualidade do produto. Esta escolha espelha um dos elementos que torna o canal, na opinião do seu director, uma plataforma de lançamento de novos talentos. Ler aqui, no Público.
 



publicado por comunicaradireito às 02:31
Quarta-feira, 22 de Abril de 2009

O director-geral da TVI vai processar o primeiro-ministro José Sócrates por este ter dito em entrevista à RTP que o telejornal das sextas-feiras da TVI é informação "travestida" e "um espaço de ataque pessoal". Em directo no “Jornal Nacional” das 20:00, José Eduardo Moniz disse ter ouvido com “surpresa” e “estupefacção” as declarações que o primeiro-ministro fez, em entrevista transmitida terça-feira pela RTP 1, sobre o jornalismo da estação de Queluz de Baixo. Condenando as afirmações de José Sócrates, “não pela atitude crítica face à informação da TVI” mas antes “pelo tom impróprio” a um primeiro-ministro, o director-geral disse considerar que as declarações “traduzem o desconforto pelo jornalismo que os jornalistas da casa têm feito em relação ao caso Freeport”.Para Moniz, Sócrates teve na entrevista à RTP uma oportunidade de explicar ao país as muitas dúvidas em torno do caso Freeport mas "ou não conseguiu ou não pode ou não quis" fazê-lo.

 

Fonte: Lusa.



publicado por comunicaradireito às 21:49
Segunda-feira, 20 de Abril de 2009

Fátima Campos Ferreira, coordenadora do programa da RTP Prós e Contras, que esta noite realizará o primeiro frente-a-frente televisivo sobre as eleições europeias, garantiu que haverá "mais programas" sobre o escrutínio de 7 de Junho e que esses incluirão outros candidatos. Em declarações ao PÚBLICO, a jornalista realçou que o prazo para a apresentação de candidaturas às eleições para o Parlamento Europeu só termina a 27 de Abril e, por isso, "o critério" para o Prós e Contras de logo à noite foi "fazer um debate entre os cabeças-de-lista dos partidos com assento parlamentar. "Vou fazer mais debates sobre as europeias", frisou. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 15:12

Russell Brand, um dos mais falados humoristas da actualidade, e Jonathan Ross, um dos mais populares apresentadores da televisão inglesa, regressaram à antena, noticia a BBC. Isto depois de meses de castigo, por causa de um telefonema ao actor Andrew Sachs, durante o programa de Brand. Ao serem confrontados com o atendedor de chamadas, optaram por deixar mensagens impróprias ao actor. Como castigo, Brand viu o seu programa de rádio ser encerrado e Ross foi suspenso da BBC durante três meses. A estação diz que o programa continha muitos comentários controversos. Agora os dois apresentadores estão mais calmos, apesar de bem humorados. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 11:21
Sábado, 18 de Abril de 2009

A Televisão Digital Terrestre (TDT) vai iniciar as suas transmissões no próximo dia 29 de Abril. Segundo informações da Portugal Telecom, este serviço irá apenas cobrir 10 localidades, sendo progressivamente alargada até 2011.

É importante ainda referir que a TDT já se encontrar disponível em vários países do mundo e Portugal junta-se a assim a este, cada vez mais, conjunto alargado de nações.

Ler aqui na RTP.

 

 

 

Simão Santana nº12460

 



publicado por comunicaradireito às 15:34
Sexta-feira, 17 de Abril de 2009

Os consumidores portugueses têm a partir de hoje um mecanismo de verificação de compatibilidade de equipamentos para a Televisão Digital Terrestre (TDT), divulgou hoje a Portugal Telecom em comunicado. Os consumidores portugueses podem procurar o símbolo de compatibilidade - cuja imagem está disponível no site da http://tdt.telecom.pt - ao adquirir uma televisão ou caixa descodificadora, necessárias para ver televisão de acesso livre em formato digital, explica o comunicado da operadora, no âmbito da actividade do Fórum TDT, de promoção e esclarecimento junto da opinião pública. Segundo o documento da PT, a disponibilização deste mecanismo é importante por "facilitar a identificação dos equipamentos que os portugueses poderão adquirir para tirar partido da Televisão Digital Terrestre". Por isso, "os fabricantes que pretendam verificar a compatibilidade dos respectivos equipamentos com a TDT passam a poder, assim, efectuar um pedido de verificação de compatibilidade junto da PT Inovação, entidade que fará a verificação e análise dos equipamentos e que, consoante os respectivos resultados, indicará se os mesmos são ou não compatíveis com a TDT", frisa. As emissões de TDT em Portugal Continental, nos Açores e na Madeira arrancam a 29 de Abril, beneficando os portugueses a partir de então de "melhor qualidade na recepção de programas televisivos, funcionalidades avançadas de utilização da televisão, como sejam guias electrónicos da programação (EPG), serviços avançados de informação, gravação e Pausa TV", acrescenta. A TDT disponibilizará além da RTP1, RTP2, SIC, TVI, RTP Madeira e RTP Açores (nas Regiões Autónomas), um canal em alta-definição (High Definition), partilhado pelos operadores.

Fonte: Lusa.



publicado por comunicaradireito às 17:52

O presidente executivo da Portugal Telecom (PT), Zeinal Bava, adiantou que a operadora portuguesa vai arrancar com a Televisão Digital Terrestre (TDT) em mais de 10 localidades. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 11:03
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

A SIC manifestou hoje "estranheza" em relação ao processo de contra-ordenação que a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) instaurou ao canal por causa da transmissão do programa "Momento da Verdade". "A SIC manifesta a sua estranheza em relação a esta posição da ERC tendo em conta que este é um formato transmitido por várias televisões do Mundo", refere o canal num comunicado enviado à agência Lusa.

Fonte: Lusa.



publicado por comunicaradireito às 22:22

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) considera que em O Momento da Verdade havia «uma mercantilização ostensiva da intimidade dos concorrentes». Depois de analisar seis queixas contra o programa, a ERC decidiu levantar um processo de contra-ordenação contra a SIC. Multa pode ir até aos 150 mil euros. Ler aqui, no Sol.

(Foto)



publicado por comunicaradireito às 22:18

O primeiro-ministro espanhol, José Luis Zapatero, anunciou que "haverá uma drástica redução da publicidade na televisão pública", não revelando quanto. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 17:46
Terça-feira, 14 de Abril de 2009

Parceira brasileira da SIC tenciona expandir-se 0,2% e vai entrar em força na transmissão de programas através dos telemóveis. A nova programação entrou ontem no ar. Entretanto, apesar da pouca adesão à TDT, a maior estação da América do Sul vai apostar no digital, até por uma questão de 'status'. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 10:11

"Neste momento estamos ainda a fazer testes de terreno, que passa por ver se os emissores têm cobertura, em que localizações vão estar, se estão a funcionar... Enfim, todos os testes técnicos e tecnológicos que são necessários fazer para que as emissões corram bem no dia 29 de Abril", explica ao CM fonte da Portugal Telecom (PT), a empresa que vai explorar em Portugal a Televisão Digital Terrestre. Ler aqui, no Correio da Manhã.
 



publicado por comunicaradireito às 00:19
Segunda-feira, 13 de Abril de 2009

Os europeus vão gastar 14,2 horas por semana na Internet, um aumento de três horas em relação ao previsto para este ano. Pela primeira vez a televisão passa para segundo plano, mantendo as mesmas 11,5 horas de consumo atingidas em 2007. Ler aqui, no Diário de Notícias.
 



publicado por comunicaradireito às 12:00
Quarta-feira, 08 de Abril de 2009
“Você é o elo mais fraco, adeus”. A frase, popularizada num concurso televisivo, volta a fazer sentido, desta feita num reality show. A produtora holandesa Endemol criou um programa em que são os próprios trabalhadores de uma empresa em dificuldades a decidir quem vai ser despedido. “Someone’s Gotta Go” é o nome do reality show que promete gerar polémica. O formato já foi vendido à americana Fox, que irá lançar o programa nos próximos meses. Ler aqui, no Público.
Cátia Romualdo   nº12308


publicado por comunicaradireito às 23:15

Los operadores de televisión ingresaron 626 millones de euros por publicidad en los últimos tres meses de 2008, lo que supuso una caída del 31% en relación al mismo periodo del año anterior, según datos de un informe de la Comisión del Mercado de las Telecomunicaciones (CMT). Ler aqui, no El Mundo.



publicado por comunicaradireito às 11:42
Segunda-feira, 06 de Abril de 2009

A empresa Airplus TV Portugal, criada para concorrer à Televisão Digital Terrestre (TDT), vai extinguir-se por falta de objectivos, uma vez que a licença para aquele serviço foi atribuída à Portugal Telecom, disse à Lusa o presidente da empresa. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 11:25
Quinta-feira, 02 de Abril de 2009

O presidente da RTP deu uma entrevista ao Correio da Manhã. Está aqui.



publicado por comunicaradireito às 09:39

Como a diminuição das receitas publicitárias não deixa grande margem de manobra aos directores de programação para investirem em ficção nas suas grelhas, a oferta televisiva para o segundo semestre de 2009 deverá ficar marcada por menos ficção e mais programas de entretenimento e reality shows, de produção barata. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 09:23

Apresentavam-se três candidaturas ao licenciamento dos dois canais de televisão privada em Portugal (SIC, TV1 e TVI).



publicado por comunicaradireito às 09:14
Quarta-feira, 01 de Abril de 2009

O conselho de opinião da RTP deu parecer favorável ao relatório e contas de 2008 da empresa, mas alertou para a possibilidade de a estação pública entrar num novo ciclo de degradação económica e financeira.

 

Fonte: Lusa.



publicado por comunicaradireito às 11:30

O conselho de opinião da RTP acusa a administração da empresa de não cumprir as obrigações de serviço público relativas aos canais internacionais da RTP e RDP, considerando ser imprescíndivel encontrar soluções para estes serviços. "O modelo de antenas e canais internacionais está inteiramente esgotado", afirma o conselho de opinião no parecer do conselho de opinião ao plano de actividades para 2009 apresentado pela administração da estação pública e a que a Lusa teve acesso. Para o órgão - composto por 29 representantes da sociedade civil - "nem a RTPi nem a RDPi são hoje a televisão e a rádio de Portugal no mundo", situação agravada no ano passado pelo "desinvestimento" nestes serviços e pela "incapacidade para se criar um modelo alternativo".

 

Fonte: Lusa.



publicado por comunicaradireito às 11:29
Terça-feira, 31 de Março de 2009

O CDS/PP vai apresentar uma queixa à Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) contra a RTP, por considerar que a estação de televisão pública não está a cumprir as suas obrigações de pluralismo. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 11:08
Domingo, 29 de Março de 2009

La Fiscalía estudia ejercer acciones civiles contra Telecinco por la emisión en dos de sus programas de una entrevista a una niña de 14 años -ligada sentimentalmente a uno de los imputados por la desaparición de Marta del Castillo- en la que la menor aparecía "identificada y a cara descubierta". Ler aqui, no El Mundo.



publicado por comunicaradireito às 14:32

La Asociación Internacional de Radiodifusión (AIR) ha manifestado su "grave preocupación" ante las "reiteradas y deplorables" interferencias de satélites, registradas esta semana por las transmisiones de las emisoras de televisión y radio del consorcio argentino Clarín. Ler aqui, no El Mundo.



publicado por comunicaradireito às 14:27
Sábado, 28 de Março de 2009

O antigo director da SIC condena a actuação do Governo e da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) em todo o processo do concurso para o 5.º Canal – que ficou sem efeito, devido ao chumbo das duas candidaturas. Uma decisão que já se previa, diz Rangel, para não afrontar a SIC e a TVI. Ler aqui, no Sol.
 

 


publicado por comunicaradireito às 09:34
Sexta-feira, 27 de Março de 2009

O Governo só vai decidir se lança ou não um novo concurso público depois de esgotados os prazos legais para ZON II e Telecinco apresentarem possíveis recursos judiciais para contestar a decisão da Entidade Reguladora. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 10:20
Quarta-feira, 25 de Março de 2009

O ministro dos Assuntos Parlamentares, Augusto Santos Silva, reconhece que a exclusão dos dois candidatos ao quinto canal de televisão põe “em crise” este incentivo adicional para atrair os telespectadores para a plataforma digital de televisão. No entanto, Santos Silva garante que a decisão não compromete o calendário da televisão digital terrestre. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 17:58

Após a aproximação de Emídio Rangel à Telecinco, ele seria a escolha natural para director do novo canal. Mas, ontem, ainda antes da conferência de imprensa em que se anunciou a providência cautelar sobre a decisão da ERC, o DN confirmou com o próprio que Emídio Rangel seria mesmo o homem forte do canal, que, juntamente com a Zon II, foi chumbado na segunda-feira. Esta revelação de Emídio Rangel foi feita à margem da conferência de imprensa. Nesta, Carlos Pinto Coelho foi a figura central e o tema outro. O jornalista começou por dizer: "A Telecinco não vai começar quando nós queríamos, mas daqui a mais algum tempo, quando os tribunais decidirem a nosso favor". Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 10:49

"É necessário alertar para o vazio que existe, em particular na RTP, no que diz respeito a programas informativos para crianças." O aviso é feito pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) em A Televisão e as Crianças - um ano de programação na RTP1, RTP2, SIC e TVI, a ERC, um estudo que o regulador apresentou ontem na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa. Uma lacuna que, de acordo com o documento, "persiste desde 2002", apesar de o actual contrato de concessão de serviço público impor essa obrigação ao operador. "Sendo certo que o contrato vigora apenas desde Março de 2008, este é um dos temas que devem ser escrutinados no futuro próximo da televisão pública", afirma a ERC. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 10:46
Terça-feira, 24 de Março de 2009

A Telecinco anunciou hoje que vai avançar com um pedido de providência cautelar para anular a decisão da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) de excluir a candidatura da empresa ao concurso do quinto canal de televisão generalista. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 18:47

                  O presidente da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), Azeredo Lopes, manifestou-se hoje convicto da sua decisão de chumbar as propostas de candidatura ao quinto canal nacional em sinal aberto.
                  Questionado sobre a certeza que tinha da decisão tomada, Azeredo Lopes respondeu estar confiante na sua convicção, escusando-se a fazer mais comentários sobre o assunto.
(Ler mais)

 

 

 

 

Fonte: www.publico.pt

 

João Nunes nº 12322



publicado por comunicaradireito às 14:57

A estrutura das grelhas televisivas está desadequada dos ritmos sociais das crianças, conclui um estudo que a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) apresenta hoje e a que a Lusa teve acesso. "A primeira grande conclusão que é possível identificar, quando se analisa a programação para a infância, aponta para uma manifesta desadequação entre a estrutura das grelhas e os ritmos sociais das crianças", refere o estudo "A Televisão e as crianças - um ano de programação na RTP1, RTP2, SIC e TVI".

Fonte: Lusa.



publicado por comunicaradireito às 09:08

A Omnicom estima que a publicidade na televisão recuará 8% em 2009. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 09:05

"Até agora, temos estado pacíficos e bem-dispostos. Mas já chega. Vamos pôr a ERC [Entidade Reguladora para a Comunicação Social] em tribunal porque consideramos esta decisão um atentado à cidadania". Foi desta forma que Carlos Pinto Coelho, fundador e porta-voz da candidatura da Telecinco, reagiu ontem ao DN, depois de tomar conhecimento da decisão da ERC sobre a exclusão da duas candidaturas ao concurso do 5.º canal generalista em sinal aberto. Falta de viabilidade económico-financeira da Telecinco e insuficiência dos recursos humanos da ZON II voltam a ser as razões apontadas pelo organismo regulador. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 09:00
Segunda-feira, 23 de Março de 2009

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) anunciou hoje que mantém a exclusão das duas propostas que eram concorrentes ao concurso para a licença de operador de um quinto canal generalista na televisão portuguesa, pelo prazo de 15 anos, apresentadas pela Zon e pela Telecinco. Ambas “não reúnem os requisitos legais e regulamentares para admissão a concurso, dele sendo excluídas”, informou a ERC em comunicado, ao início da noite.  Tanto a Zon (empresa da TV Cabo) como a Telecinco, formada por Emídio Rangel e outros profissionais de televisão, foram notificadas da decisão do regulador. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 22:20

A Televisão é um dos Meios de Comunicação Social mais poderosos que existem, na medida em que chega a praticamente todas as pessoas. Mas será que a informação por ela transmitida protege as pessoas que nela estão envolvidas? E as crianças que fazem parte dessa informação?
É preciso ter em conta que os mais pequenos devem ser protegidos contra os malefícios da "Aldeia Global", resguardá-los de um Mundo violento é cada vez mais imprescindível para que seja mantida a sua integridade física e moral. Como tal, não devem ser expostos em noticiários, que os exibem por todo o Mundo.

E no que diz respeito aos conteúdos televisivos? Será que são os mais adequados?

Não podemos esquecer, que são os exemplos que recebem hoje enquanto crianças que ajudam a formar os Homens e Mulheres de amanhã. Até que ponto, uma programação televisiva com desenhos animados violentos (a título de exemplo), ajuda a contribuir para uma formação ética e moralmente sólida? A meu ver em nada ajuda.

Nos dias que correm, os conteúdos televisivos especialmente dirigidos às crianças, necessitam cada vez mais de uma atenção redobrada. As crianças têm o direito a serem informadas, mas bem informadas! São as pessoas bem informadas que se tornam em seres humanos bem formados, que contribuem para que a sociedade não caia numa teia onde a informação que existe faz tudo menos... informar!

Desta forma, é preciso começar a tomar medidas. A ERC tomou recentemente uma iniciativa, organizando uma conferência intitulada "A televisão e as crianças", que decorrerá na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa. Ver aqui, no Jornal de Notícias.

 

Vânia Constantino, 9889



publicado por comunicaradireito às 18:26

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) revela hoje a decisão final sobre a admissão ou exclusão da Telecinco e da Zon do concurso para o quinto canal em sinal aberto. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 10:33
Sexta-feira, 20 de Março de 2009

"Têm sido divulgadas na comunicação social várias opiniões que criticam, por vezes de forma veemente, alegadas violações graves de deveres éticos ou legais cometidas no "Jornal Nacional" de 6.ª Feira da TVI. Da mesma maneira, algumas dessas opiniões têm criticado o silêncio, a seu ver incompreensível, da Entidade Reguladora para a Comunicação Social a respeito desta questão. Sobre o assunto, cabe esclarecer o seguinte: deram entrada nesta Entidade várias queixas que têm como objecto a alegada violação de princípios éticos ou legais por parte da TVI, no Jornal acima identificado. Como é seu dever, a ERC pronunciar-se-á em tempo devido sobre essas queixas, apreciando as questões nelas colocadas."  Fonte: ERC.

A ERC e Manuela Moura Guedes, no Portugal dos Pequeninos.



publicado por comunicaradireito às 11:58

Os resultados do cabo em Portugal estão a aumentar desde Setembro, início da crise financeira. Março está a ser um mês recorde para este segmento televisivo. Nos EUA, a televisão por subscrição é vista como um bem imprescindível. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 09:41
Terça-feira, 17 de Março de 2009

David Cameron, el líder de los conservadores en Reino Unido, ha anunciado que congelaría durante un año el canon del canal público BBC para dar ejemplo a los demás en el contexto de la actual crisis económica. Con esta propuesta, los conservadores reafirman su oposición al plan presentado por el Gobierno de aumentar la tasa de 139,5 a 142,5 libras para aquellas personas que posean un televisor en color. Una discutida medida que entrará en vigor el próximo mes de Abril. Ler aqui, no El Mundo.

(Foto)



publicado por comunicaradireito às 22:46

O Senado espanhol aprovava o projecto de lei que abria a televisão à iniciativa privada.



publicado por comunicaradireito às 09:47
Segunda-feira, 16 de Março de 2009

A Zon lança mais 5 canais no cabo a 6 de Abril. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 12:27
Sexta-feira, 13 de Março de 2009

A RTP propõe, a partir de hoje, uma visita virtual ao espólio de rádio e televisão. Um moderno portal de Internet, onde se mostram os objectos e os conteúdos – sons e imagem – que fizeram a história destes media em Portugal, é lançado hoje. Mas ainda não existe o museu físico de rádio e televisão, prometido desde o encerramento do Museu da Rádio, da Rua do Quelhas, a 1 de Abril de 2006. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 18:50

Ficção e informação são determinantes no carácter de uma televisão", diz José Eduardo Moniz. O director-geral da TVI pretende que a estação de Queluz tenha "mais canais temáticos, no cabo, além do TVI 24". Ler aqui, no Correio da Manhã.
 



publicado por comunicaradireito às 15:53

"Não há perguntas tabu." Foi com estas palavras que o director-geral da TVI, José Eduardo Moniz, inaugurou ontem o ciclo de conferências na Universidade Católica, com o tema ‘Televisão num Mundo Audiovisual em Mudança’. Ler aqui, no Correio da Manhã.



publicado por comunicaradireito às 15:51
Quinta-feira, 12 de Março de 2009

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social vai realizar no próximo dia 24 de Março, no Auditório 3, da Fundação Calouste Gulbenkian, a Conferência "A Televisão e as Crianças". Este encontro terá a participação de directores de programas e de informação dos canais generalistas de televisão, especialistas em estudos de televisão para crianças e jovens, juristas, professores, alunos, pais.
 

Fonte: ERC.



publicado por comunicaradireito às 00:17
Debater e reflectir sobre as leis da comunicação social. Coordenação: Jorge Ferreira

comunicaradireito@sapo.pt

Online Users English version by Google ENGLISH VERSION

DESTAQUES







COLUNISTAS
Maria José Santana
Paula Sá
Rui Costa Pinto
Rui Baptista


ORGÃOS DE SOBERANIA
Presidencia da República
Assembleia da República
Governo
Tribunal Constitucional
Supremo Tribunal de Justiça
Supremo Tribunal Administrativo


SÍTIOS DE INTERESSE
Erc
Aacs
Anacom
Gmcs
Umic
Ccpj
Clube de Jornalistas
Diário da República
Cenjor
LabCom
Observatório da Imprensa
Sindicato dos Jornalistas
Repórteres Sem Fronteiras


BLOGUES

a arte da fuga
a arte de pensar
a barbearia do senhor luís
a cagarra
a casa de sarto
a casa dos comuns
a caveira vesga
a caverna obscura
a civilização do espectáculo
a destreza das dúvidas
a educação do meu umbigo
a grande alface
a grande loja dos trezentos
a janela do ocaso
a minha tv
a natureza do mal
a origem das espécies
a outra varinha mágica
a revolta das palavras
a ritinha
a terceira noite
a voz do povo
a voz nacional
a voz portalegrense
as penas do flamingo
aberratio ictus
abrigo de pastora
abrupto
às duas por três
activismo de sofá
actualidades
admirável mundo novo
adufe
água leve
água lisa
alcabrozes
alianças
aliança nacional
alinhavos
almocreve das petas
apdeites v2
arcadia
arde lua
arraia miuda
arrastão
arrochadas
aspirina b
ataque de caspa
atrium.media e cidadania
atuleirus
avatares de um desejo
aveiro

bar do moe, nº 133
blasfémias
bem haja
berra-boi
bic laranja
bicho carpinteiro
binoculista
bissapa
blogo social português
blogotinha
blogs e política
blogue da sedes
blogue dos editores da bbc
blue lounge
boca de incêndio
boina frígia
braga blog
branco no branco
busturenga

cabalas
café da insónia
caixa de petri
caixa de pregos
câmara corporativa
câmara de comuns
canhoto
cão com pulgas
carreira da í­ndia
causa liberal
causa nossa
centenário da república
centurião
chá preto
charquinho
cibertúlia
cinco dias
circo natureza
classe polí­tica
clube da comunicação social de coimbra
clube dos pensadores
cobrador da persia
combustões
congeminações
contingências
controversa maresia
corta-fitas
crónicasdorochedo

da condição humana
da literatura
da rússia
dar à tramela
dass
de vexa atentamente
der terrorist
delito de opinião
desconcertante
desesperada esperança
despertar da mente
direito de opinião
do portugal profundo
dois dedos de prosa e poesia
dolo eventual
duas cidades
duas ou três coisas
2 rosas

é curioso
e-jetamos
e-konoklasta
eclético
elba everywhere
em directo
encapuzado extrovertido
entre as brumas da memória
ephemera
escrita em dia
esmaltes e jóias
esquissos
estado sentido
estrago da nação
estudos sobre o comunismo
espumadamente
eternas saudades do futuro

f,world
faccioso
falta de tempo
filtragens
fôguetabraze
fora de estrutura
foram-se os anéis
fotojornalismos
forja de palavras
fragmentos de apocalipse
fumaças

gajo dos abraços
galo verde
gazeta da restavração
geometria do abismo
geração de 80
geração de 60
geração rasca
glória fácil
gonio
governo sombra
grande coisa

há normal?!
herdeiro de aécio?!
hoje há conquilhas, amanhã não sabemos
homem ao mar

in concreto
ideal social
ideias soltas
ilha da madeira
ilusão
império lusitano
impressões de um boticário de província
indústrias culturais
insinuações
inspector x
intimista

jacarandá
janelar
jantar das quartas
jornal do diabo
jornal dos media
jornalismo & comunicação
jornalismo porto net
jornalista elsa ribeiro gonçalves
josé antónio barreiros
josé maria martins
jose vacondeus
judaic kehillah of portugal - or ahayim
jugular
julgamento público

kontrastes

la force des choses
ladrões de bicicletas
largo da memória
liblog
lisbon photos
lobi do chá
loja de ideias
lusitana antiga liberdade
lusofin

ma-schamba
macroscópio
mais actual
maquiavel & j.b.
margem esquerda
margens de erro
mar salgado
mas certamente que sim!
mau tempo no canil
memória virtual
memórias para o futuro
mestiçagens
metafísica do esquecimento
meu rumo
miguel teixeira
miniscente
miss pearls
moengas
mundo disparatado
mundus cultus
my guide to your galaxy

não não e não
nem tanto ao mar
nocturno
nortadas
notas verbais
notícias da aldeia
nova floresta
nova frente
num lugar à direita
nunca mais

o afilhado
o amor nos tempos da blogosfera
o andarilho
o anónimo
o bico de gás
o bom gigante
o cachimbo de magritte
o carmo e a trindade
o condomínio privado
o contradito
o diplomata
o duro das lamentações
o espelho mágico
o estado do tempo
o insubmisso
o insurgente
o islamismo na europa
o jansenista
o jumento
o leão da estrela
o observador
o país do burro
o país relativo
o paralógico de picoas
o pasquim da reacção
o pequeno mundo
o pravda ilhéu
o privilégio dos caminhos
o profano
o reaccionário
o saudosista
o severo
o sexo dos anjos
o sinaleiro da areosa
o tempo das cerejas
o universo é uma casca de noz
os convencidos da vida
os veencidos da vida
obrigado sá pinto
oceano das palavras
office lounging
ofício diário
outubro
ouvi dizer

palavra aberta
palavras imperfeitas
palavrussaurus rex
pangeia
para lá de 500 páginas
para mim tanto faz
paris
passeios na calçada
patriotas.info
pau para toda a obra
pensamentos
pedro_nunes_no_mundo
pedro rolo duarte
pedro santana lopes
pena e espada
perguntar não ofende
piar
planetas politik
planí­cie heróica
pleitos, apostilas e comentários
politeia
política pura e dura
polí­tica xix
politicazinha
politikae
polvorosa
ponto media
porcausasemodivelas
porto das pipas
portugal dos pequeninos
por tu graal
povo de bahá
praça da república em beja
provedor do leitor do público
publicista

quarta república

registo civil
registo provisório
relações internacionais
retalhos de edith
retorno
retórica e persuasão
reverentia
ricardo.pt
risco contínuo
road book
rotativas
rua da judiaria

salvaterra é fixe
sem filtro
sempre a produzir
sentidos da vida
serra mãe
sete vidas como os gatos
sinusite crónica
sítio do costa
small brother
soberania e nacionalismo
sociologando
sorumbático
sou contra a corrente
super flumina

táxi
tempo político
tempo que passa
teorias da cidade
terras do carmo
tese & antítese
tesourinhos deprimentes
tirem-me daqui
tomar partido
tralapraki
transcendente
travessias digitais
31 da armada
tristeza sob investigação
triunfo da razão
trova do vento que passa
tubarão

último reduto
um bigo meu
um por todos todos por um

vale a pena lutar
vasco campilho
velocidade de cruzeiro
viagens no meu sofá
vida das coisas
vento sueste
voz do deserto

welcome to elsinore

xatoo

BLOGUES DOS ALUNOS

ao sul
as cobaias
fados e companhia
o cheiro de santarém pela manhã
platonismo político
projecto comunicar
sem eira nem beira

BLOGUES DE ABRANTES

abranteimas
rua da sardinha

BLOGUES DO ALGARVE

mons cicus
olhão livre
the best of lagos

BLOGUES DE AVEIRO

a ilusão da visão
academia de aveiro
amor e ócio
arestália
aveiro sempre
bancada directa
bancada norte
blog de sergio loureiro
botanabateira
código da vivencia
cogir
debaixo dos arcos
desporto aveiro
divas e contrabaixos
estados gerais
forum azeméis
já agora
margem esquerda
neo-liberalismo
nós e os outros
notas de aveiro
notícias da aldeia
noticias de ovar
painéis de aveiro
pontos soltos
portal do beira-mar
4linhas
quotidiano da miséria
7 meses
the sarcastic way
visto de fora
vouga

BLOGUES DE OEIRAS

à rédea solta
escrever sobre porto salvo
eu sou o poli­ticopata
oeiras local
rememorar oeiras

BLOGUES DE TOMAR

alcatruzes da roda
algures aqui
à descoberta de tomar
nabantia
os cavaleiros guardiões de sta. maria do olival
serra de tomar
sondagem tomar
tomar
tomar, a cidade
tomar a dianteira
vamos por aqui

BLOGUES DO DIREITO

ab surdus
assembleia de comarca
blog de informação
blog do dip
cartilha jurídica
cum grano salis
de lege agraria nova
direito na sociedade da informação
dizpositivo
elsa
incursões
iuris
leituras oficiosas
legalidade
lex turistica nova
locus delicti
mens agit molem
notas constitucionais
o meu monte
patologia social
piti blawg
ré em causa própria
reforma da justiça
rumo do direito
santerna
senso jurídico
suo tempore
trepalium
urbaniuris
vexata quaestio

BLOGUES DOS LIVROS

blog do espaço de memória e do pátio das letras
lerblog
mundo pessoa
rcp edições

JORNALISTAS

carlos pinto coelho
ilídio martins
orlando castro
viriato teles

SOBRE BLOGUES

aniversários de blogues
blog do dia dn
blogpatrol
blogpulse
blogsearch
blogservatório
blogs em lí­ngua portuguesa
moblig
orochi's blog
sapo blogs
technorati
weblog
pesquisar neste blog
 
tags

televisão(106)

internet(105)

empresas(94)

imprensa(84)

história(62)

justiça(62)

opinião(53)

jornalistas(50)

escola(44)

blogues(42)

erc(41)

comunicação social(38)

eua(37)

informática(34)

liberdade de expressão(31)

jornalismo(25)

direitos de autor(24)

governo(22)

revistas(20)

publicidade(19)

reino unido(19)

pirataria(15)

liberdade(14)

política(12)

ps(12)

download pirata(11)

rádio(11)

censura(10)

crianças(10)

espanha(10)

agenda(9)

assembleia da república(9)

frança(9)

telecomunicações(9)

crise(8)

irão(8)

privacidade(8)

blogue para hoje(7)

concentração(7)

despedimentos(7)

direito à imagem(7)

língua portuguesa(7)

telemóveis(7)

eleições 2009(6)

cavaco silva(5)

ccpj(5)

china(5)

concorrencia(5)

prémios(5)

publicações(5)

serviço público(5)

comércio electrónico(4)

madeira(4)

provedor dos leitores(4)

psd(4)

suécia(4)

brasil(3)

futebol(3)

media(3)

regulação(3)

angola(2)

austrália(2)

bloguista(2)

canadá(2)

cds(2)

cinema(2)

clube de jornalistas(2)

consumidores(2)

coreia do norte(2)

cuba(2)

estado(2)

ética profissional(2)

google(2)

igreja católica(2)

iraque(2)

itália(2)

parlamento europeu(2)

pcp(2)

plágio(2)

sociedade da informação(2)

sondagens(2)

tribunais(2)

união europeia(2)

venezuela(2)

afeganistão(1)

alemanha(1)

américa latina(1)

anacom(1)

argentina(1)

artigo de opinião(1)

autoregulação(1)

benfica(1)

call centers(1)

casa da imprensa(1)

cia(1)

conselho deontológico(1)

coreia do sul(1)

dados pessoais(1)

despesa pública(1)

deveres dos jornalistas(1)

todas as tags