Quinta-feira, 27 de Maio de 2010

O caso remonta a 2006. Num artigo de opinião, com o título "Como se faz censura em Portugal", Cintra Torres denunciava a ingerência do Governo na informação da RTP, referindo-se a notícias sobre os dados relativos aos incêndios desse Verão, que foram particularmente dramáticos em Agosto. O artigo criticava ainda o facto de as regras impostas pela Administração Interna para a cobertura dos incêndios pelos jornalistas manietarem o bom exercício da profissão.

Foi na sequência do artigo de Cintra Torres que chegou à ERC, a 24 de Agosto, quatro dias após a sua publicação, uma queixa da RTP contra o crítico e contra o jornal. A queixa da RTP resultou na audição de todas as partes envolvidas - quase 20 pessoas - e numa deliberação, extensa, com 144 páginas, onde a ERC condenava a actuação do crítico e do jornal, apontando uma violação "de forma manifesta e grave das obrigações elementares do jornalismo".

Agora, o tribunal administrativo frisa, no seu acórdão, que houve, por parte da ERC, "uma análise exaustiva da actuação da RTP por forma a aferir da alegada ingerência do Governo". E não dá razão aos queixosos, o PÚBLICO e Cintra Torres, quanto à acusação feita de atropelo aos direitos de opinião e liberdade de expressão e de imprensa, assim como também não considera que a ERC tenha extravasado as suas competências expressas no estatuto do regulador. Mas conclui que, no que toca ao direito de audiência dos interessados, constante na lei, o regulador deveria ter dado a conhecer o conteúdo da deliberação antes de esta ter sido divulgada publicamente. Por isso, anulou a deliberação. A ERC preferiu ontem não comentar esta decisão. Ler mais aqui, no Público.

 

Céu Bragança

  nº 13264



publicado por comunicaradireito às 09:13
Quinta-feira, 27 de Maio de 2010

"Os deputados dos vários partidos da oposição reconheceram que os nossos argumentos a contestar as portagens são justos e prometeram que vão tratar a matéria no Parlamento com a mesma importância que dão ao TGV e ao terminal de contentores de Alcântara, usando a mesma figura regimental", explicou à agência Lusa o presidente da Câmara de Paredes, Celso Ferreira.

 

Hoje, durante todo o dia, foram recebidos no Parlamento vários autarcas dos concelhos servidos por esta SCUT (autoestrada sem custos para o utilizador) que liga Maia a Felgueiras, passando por Valongo, Paredes, Paços de Ferreira e Lousada.

 

As reuniões decorreram em audiências separadas com cada um dos grupos parlamentares.

 

O Governo anunciou para 01 de Julho a introdução de portagens nas SCUT do Norte Litoral (A28), Costa de Prata (A29) e Grande Porto (A41 e A42).

 

Ler mais, Jornal de Notícias

 

 

Vera Agostinho

13234



publicado por comunicaradireito às 00:02
Quinta-feira, 27 de Maio de 2010

Cumprir de automóvel os cerca 30 quilómetros que separam Lousada da Maia demora em circunstâncias normais cerca de 20 minutos, mas hoje muitas centenas de automobilistas demoraram mais de hora e meia.

 

A marcha lenta foi liderada por algumas dezenas de activistas da comissão de utentes, que encabeçavam com as suas viaturas a longa fila, condicionando nas faixas de rodagem a circulação a uma velocidade muito reduzida.

 

Durante vários quilómetros, a GNR ainda tentou desviar o tráfego para as vias nacionais alternativas, mas a marcha lenta para quem seguia na autoestrada manteve-se até Lousada.

 

Gonçalo Oliveira, da comissão de utentes, fez um balanço positivo desta ação, considerando que foram alcançados todos os objectivos, nomeadamente "o civismo e a solidariedade dos utilizadores desta autoestrada".

 

"Percebemos mais uma vez que a esmagadora maioria da população foi paciente porque está solidária connosco e não aceita as portagens", afirmou à Lusa.

 

Ler mais, Jornal de Noticias

 

 

Vera Agostinho

13234



publicado por comunicaradireito às 00:00
Quarta-feira, 26 de Maio de 2010

Esta tem sido, segundo fontes próxima das negociações, a estratégia ideal para que a Telefónica deixe de ser um problema dentro da Portugal Telecom depois de esta ter afirmado que, caso não compre a parte da PT na Vivo, haverá a possibilidade de lançar uma Oferta Pública de Aquisição (OPA).

A Telefónica, que apresentou uma proposta de 5,7 mil milhões de euros pelos 50 por cento que a PT detém na Brasicel, empresa que controla em 60 por cento da operadora brasileira, já teria recusado, segundo o presidente do BES, uma proposta de 3,6 mil milhões de euros que um grupo de accionistas da PT fez à empresa espanhola.

Perante uma oferta de 5,7 mil milhões de euros pela Vivo e um serviço da dívida de cerca de 6 mil milhões de euros, a Portugal Telecom, por si só, não conseguirá fazer uma contraoferta, mas sim através de uma nova aliança que "dê valor acrescentado aos accionistas e aos investidores na PT", disse a mesma fonte.

 

Ler mais, Diário de Noticias

 

 

Vera Agostinho

13234



publicado por comunicaradireito às 23:58
Quarta-feira, 26 de Maio de 2010

Vasco Dias, 19 anos, e Laura Diogo, 18 anos, estavam perto do Largo Camões quando a jovem começou a “cantar” e a fazer “percussão” num caixote do lixo. “Um indivíduo à civil abordou-me de forma agressiva e disse para eu parar, mas não se identificou. Eu reagi e ele deu-me um estalo e um murro”, contou Laura ao PÚBLICO.

Entretanto surgiram mais polícias, estes já “com as fardas azuis, mas sem a placa identificativa”, diz a jovem. O Vasco veio depois, “perguntou o que se passava e eles atiraram-no para o chão e começaram a pontapeá-lo”, enquanto ela própria era alvo de agressões, acrescenta.

Ler mais, Público

 

 

Vera Agostinho

13234



publicado por comunicaradireito às 23:54
Quarta-feira, 26 de Maio de 2010

O deputado Mota Amaral defendeu hoje a redução do número de deputados no Parlamento, embora considere que a medida terá que ser prudente em vários aspetos, entre os quais a redução da representatividade das áreas menos povoadas.  

 

 

 

"Essa é uma questão que o PSD há vários anos tem vindo a suscitar. Defendo essa posição [redução de deputados], que considero razoável", disse o parlamentar, em declarações à agência Lusa. 

 

 

"Exige uma alteração da Constituição e é possível que numa próxima revisão constitucional essa revisão possa ser encarada", observou.  

O deputado do PSD falava em Portalegre, à margem do Ciclo de Conferências de Senadores, subordinado ao tema "A República e o Mundo", uma iniciativa promovida pelo Instituto Politécnico de Portalegre (IPP). 

 

Ler mais, Expresso

 

 

 

Vera Agostinho

13234

 



publicado por comunicaradireito às 23:45
Segunda-feira, 24 de Maio de 2010

Actualmente, são os concessionários de praias os responsáveis pela contratação de nadadores salvadores. Numa proposta hoje enviada aos grupos parlamentares, ao Governo e ao Presidente da República, a Fepons argumenta que o actual sistema não serve, pois conduz a que praias não concessionadas – mas muito visitadas – não tenham vigilância.

Para contornar esta lacuna, a Fepons sugere passar a responsabilidade para as câmaras municipais. Os custos seriam, porém, cobertos por uma taxa a cobrar ao comércio, em função da distância de cada estabelecimento à praia, da sua facturação e do aproveitamento que faz da zona balnear.

A Fepons sugere ainda o fim do conceito de “época balnear” e do alargamento da vigilância às praias a todo o ano. Nos períodos de menor movimento, porém, a vigilância seria mais ligeira.

 

Ler mais no Público

 

 

Vera Agostinho

13234



publicado por comunicaradireito às 21:26
Sexta-feira, 21 de Maio de 2010

As medidas adicionais para conter a despesa pública foram anunciadas ontem pelo ministro das Finanças e fazem parte do decreto-lei de execução orçamental aprovado, mas entram em vigor de imediato. Também ontem, uma circular da Direcção-Geral do Orçamento foi enviada para todos os serviços dando conta das novas restrições a que estarão sujeitos.


Para este ano, o Governo tinha reservado 48,3 milhões de euros para premiar os funcionários públicos excelentes e para as progressões gestionárias e facultativas (que abrangem os trabalhadores com nota máxima na avaliação dos últimos dois anos, nota inferior à máxima nos três anos anteriores ou cinco notas positivas). Porém, dada a necessidade de reduzir as despesas, o executivo decidiu cativar 40 por cento desta verba, deixando apenas 29 milhões de euros disponíveis para estes fins e pondo em causa um processo que já estava a decorrer. Apenas os 51,6 milhões de euros para as progressões obrigatórias (que ocorrem sempre que os trabalhadores juntem dez pontos na avaliação) vão manter-se.


A austeridade vai obrigar o Governo a pôr na gaveta uma das principais mudanças que pôs em marcha na função pública: a possibilidade de os dirigentes decidirem premiar e promover os melhores trabalhadores. Teixeira dos Santos acaba por recuar face às garantias que deu no início do ano, quando disse que, apesar do congelamento dos salários, o Governo pretendia manter a atribuição de prémios aos funcionários públicos (no valor de um salário). Ler mais aqui no Público

 

Céu Bragança

nº 13264

 



publicado por comunicaradireito às 16:34
Quinta-feira, 13 de Maio de 2010

“É com grande desilusão que somos forçados a cancelar os nossos eventos em Beirute, mas era impossível continuar sem o empenho dos nossos colegas libaneses, que são responsáveis pela segurança, pelas infraestruturas e serviços”, disse o presidente da associação, Gavin O’Reilly.

O congresso mundial e o fórum de editoras, que se realizam anualmente para analisar o estado da indústria e perspectivar as próximas tendências, estava marcado para os próximos dias 7 a 10 de Junho.

“Lamentamos imenso que não possamos levar estes eventos ao Líbano, particularmente porque isso vai causar imensos inconvenientes aos nossos associados, mas isso só seria possível fazer com um parceiro local”, acrescentou O’Reilly.

 

O organizador local, o jornal An-Nahar, informou hoje a Associação Mundial de Jornais da sua incapacidade para garantir os fundos necessários ao cumprimento das suas obrigações, explicando a situação com a crise financeira, económica e política em que a região entrou em 2009. Ler mais aqui, no Público

Victor Francisco, nº 13332



publicado por comunicaradireito às 00:14
Terça-feira, 11 de Maio de 2010

Para cumprir a promessa feita aos parceiros europeus no fim-de-semana de colocar o défice em 7,3 por cento já este ano (o valor que estava previsto era de 8,3 por cento), o Governo precisa de encontrar, até Dezembro, poupanças ou receitas adicionais de cerca de 1700 milhões de euros. Para garantir uma verba desta magnitude em tão curto espaço de tempo - e sabendo que o adiamento das grandes obras públicas gera uma poupança irrisória no curto prazo - o executivo está a virar-se para medidas de efeito mais imediato e garantido.

 

A subida dos impostos indirectos, como o IVA, é a hipótese mais óbvia, mas em cima da mesa está também um cenário de tributação extraordinária do subsídio de Natal, tanto no sector privado como público. Ontem, o Diário Económico escrevia que eram estas duas medidas que estavam a ser pensadas pelo Governo e discutidas com o PSD. O potencial de receita deste tipo de medidas é bastante elevado, superando claramente o ponto percentual do PIB que é necessário para corrigir o défice este ano. Com a subida do IVA, os responsáveis do Ministério das Finanças têm, no passado recente, esperado uma receita média anual de 500 milhões de euros por cada ponto percentual de subida da taxa. Caso fosse aplicada a partir de Julho próximo, o Estado poderia arrecadar entre 225 e 250 milhões de euros por cada ponto de subida. Sabendo que uma alteração não deverá ir nunca além dos dois pontos percentuais - para 22 por cento -, o ganho potencial com esta medida este ano é de cerca de 500 milhões de euros.

 

Já um imposto extraordinário sobre o 13.º mês tem uma receita potencial bem superior, embora dependente da taxa a aplicar. A estimativa do PÚBLICO é a de que, caso esse imposto correspondesse à totalidade do ordenado, o Estado arrecadaria entre 2300 e 2400 milhões de euros. O valor pode ser calculado com base nas estatísticas da Segurança Social. O 13.º mês antes de impostos corresponderá a 2690 milhões de euros. O Estado já retira a sua parte com o IRS (a taxa média de IRS foi de 16,5 por cento - 440 milhões de euros), ou seja, a receita adicional efectiva seria de cerca de 2250 milhões de euros. Claro que o Governo pode optar por taxar apenas uma parte do valor do subsído de Natal - em 1983, foi cerca de um quarto.

 

Ler mais aqui, no Público

 

Vera Agostinho

13234



publicado por comunicaradireito às 19:04
Domingo, 09 de Maio de 2010

Esta é a principal conclusão do relatório sobre o exercício da liberdade de expressão na comunicação social que levou ao Parlamento 34 pessoas para serem ouvidas durante dois meses na comissão parlamentar de Ética. O documento foi elaborado pela deputada comunista Rita Rato e será discutido e votado na próxima semana, confirmou ao PÚBLICO o presidente da comissão, Luís Marques Guedes.


Ontem, o relatório anual da organização Repórteres Sem Fronteiras seguia de perto as conclusões da comissão parlamentar. No ano passado, a posição de Portugal no ranking da liberdade de imprensa caiu 14 posições, do 16.º para o 30.º lugar. No relatório, que analisa a situação da imprensa em 175 países, não é feita qualquer referência à queda de Portugal, que partilha agora o 30.º lugar do ranking com a Costa Rica e o Mali.

 

Segundo as conclusões do documento, as impressões recolhidas nos depoimentos de directores de jornais e TV, jornalistas e entidades ligadas à comunicação social confirmam que "o direito a uma informação livre, diversa e isenta está cada vez mais diminuído e as diferentes formas de condicionamento do conteúdo informativo cada vez mais perigosas e sofisticadas". Ler mais aqui, no Público

 

Ana Isabel Silva, nº 13314

 



publicado por comunicaradireito às 13:55
Debater e reflectir sobre as leis da comunicação social. Coordenação: Jorge Ferreira

comunicaradireito@sapo.pt

Online Users English version by Google ENGLISH VERSION

DESTAQUES







COLUNISTAS
Maria José Santana
Paula Sá
Rui Costa Pinto
Rui Baptista


ORGÃOS DE SOBERANIA
Presidencia da República
Assembleia da República
Governo
Tribunal Constitucional
Supremo Tribunal de Justiça
Supremo Tribunal Administrativo


SÍTIOS DE INTERESSE
Erc
Aacs
Anacom
Gmcs
Umic
Ccpj
Clube de Jornalistas
Diário da República
Cenjor
LabCom
Observatório da Imprensa
Sindicato dos Jornalistas
Repórteres Sem Fronteiras


BLOGUES

a arte da fuga
a arte de pensar
a barbearia do senhor luís
a cagarra
a casa de sarto
a casa dos comuns
a caveira vesga
a caverna obscura
a civilização do espectáculo
a destreza das dúvidas
a educação do meu umbigo
a grande alface
a grande loja dos trezentos
a janela do ocaso
a minha tv
a natureza do mal
a origem das espécies
a outra varinha mágica
a revolta das palavras
a ritinha
a terceira noite
a voz do povo
a voz nacional
a voz portalegrense
as penas do flamingo
aberratio ictus
abrigo de pastora
abrupto
às duas por três
activismo de sofá
actualidades
admirável mundo novo
adufe
água leve
água lisa
alcabrozes
alianças
aliança nacional
alinhavos
almocreve das petas
apdeites v2
arcadia
arde lua
arraia miuda
arrastão
arrochadas
aspirina b
ataque de caspa
atrium.media e cidadania
atuleirus
avatares de um desejo
aveiro

bar do moe, nº 133
blasfémias
bem haja
berra-boi
bic laranja
bicho carpinteiro
binoculista
bissapa
blogo social português
blogotinha
blogs e política
blogue da sedes
blogue dos editores da bbc
blue lounge
boca de incêndio
boina frígia
braga blog
branco no branco
busturenga

cabalas
café da insónia
caixa de petri
caixa de pregos
câmara corporativa
câmara de comuns
canhoto
cão com pulgas
carreira da í­ndia
causa liberal
causa nossa
centenário da república
centurião
chá preto
charquinho
cibertúlia
cinco dias
circo natureza
classe polí­tica
clube da comunicação social de coimbra
clube dos pensadores
cobrador da persia
combustões
congeminações
contingências
controversa maresia
corta-fitas
crónicasdorochedo

da condição humana
da literatura
da rússia
dar à tramela
dass
de vexa atentamente
der terrorist
delito de opinião
desconcertante
desesperada esperança
despertar da mente
direito de opinião
do portugal profundo
dois dedos de prosa e poesia
dolo eventual
duas cidades
duas ou três coisas
2 rosas

é curioso
e-jetamos
e-konoklasta
eclético
elba everywhere
em directo
encapuzado extrovertido
entre as brumas da memória
ephemera
escrita em dia
esmaltes e jóias
esquissos
estado sentido
estrago da nação
estudos sobre o comunismo
espumadamente
eternas saudades do futuro

f,world
faccioso
falta de tempo
filtragens
fôguetabraze
fora de estrutura
foram-se os anéis
fotojornalismos
forja de palavras
fragmentos de apocalipse
fumaças

gajo dos abraços
galo verde
gazeta da restavração
geometria do abismo
geração de 80
geração de 60
geração rasca
glória fácil
gonio
governo sombra
grande coisa

há normal?!
herdeiro de aécio?!
hoje há conquilhas, amanhã não sabemos
homem ao mar

in concreto
ideal social
ideias soltas
ilha da madeira
ilusão
império lusitano
impressões de um boticário de província
indústrias culturais
insinuações
inspector x
intimista

jacarandá
janelar
jantar das quartas
jornal do diabo
jornal dos media
jornalismo & comunicação
jornalismo porto net
jornalista elsa ribeiro gonçalves
josé antónio barreiros
josé maria martins
jose vacondeus
judaic kehillah of portugal - or ahayim
jugular
julgamento público

kontrastes

la force des choses
ladrões de bicicletas
largo da memória
liblog
lisbon photos
lobi do chá
loja de ideias
lusitana antiga liberdade
lusofin

ma-schamba
macroscópio
mais actual
maquiavel & j.b.
margem esquerda
margens de erro
mar salgado
mas certamente que sim!
mau tempo no canil
memória virtual
memórias para o futuro
mestiçagens
metafísica do esquecimento
meu rumo
miguel teixeira
miniscente
miss pearls
moengas
mundo disparatado
mundus cultus
my guide to your galaxy

não não e não
nem tanto ao mar
nocturno
nortadas
notas verbais
notícias da aldeia
nova floresta
nova frente
num lugar à direita
nunca mais

o afilhado
o amor nos tempos da blogosfera
o andarilho
o anónimo
o bico de gás
o bom gigante
o cachimbo de magritte
o carmo e a trindade
o condomínio privado
o contradito
o diplomata
o duro das lamentações
o espelho mágico
o estado do tempo
o insubmisso
o insurgente
o islamismo na europa
o jansenista
o jumento
o leão da estrela
o observador
o país do burro
o país relativo
o paralógico de picoas
o pasquim da reacção
o pequeno mundo
o pravda ilhéu
o privilégio dos caminhos
o profano
o reaccionário
o saudosista
o severo
o sexo dos anjos
o sinaleiro da areosa
o tempo das cerejas
o universo é uma casca de noz
os convencidos da vida
os veencidos da vida
obrigado sá pinto
oceano das palavras
office lounging
ofício diário
outubro
ouvi dizer

palavra aberta
palavras imperfeitas
palavrussaurus rex
pangeia
para lá de 500 páginas
para mim tanto faz
paris
passeios na calçada
patriotas.info
pau para toda a obra
pensamentos
pedro_nunes_no_mundo
pedro rolo duarte
pedro santana lopes
pena e espada
perguntar não ofende
piar
planetas politik
planí­cie heróica
pleitos, apostilas e comentários
politeia
política pura e dura
polí­tica xix
politicazinha
politikae
polvorosa
ponto media
porcausasemodivelas
porto das pipas
portugal dos pequeninos
por tu graal
povo de bahá
praça da república em beja
provedor do leitor do público
publicista

quarta república

registo civil
registo provisório
relações internacionais
retalhos de edith
retorno
retórica e persuasão
reverentia
ricardo.pt
risco contínuo
road book
rotativas
rua da judiaria

salvaterra é fixe
sem filtro
sempre a produzir
sentidos da vida
serra mãe
sete vidas como os gatos
sinusite crónica
sítio do costa
small brother
soberania e nacionalismo
sociologando
sorumbático
sou contra a corrente
super flumina

táxi
tempo político
tempo que passa
teorias da cidade
terras do carmo
tese & antítese
tesourinhos deprimentes
tirem-me daqui
tomar partido
tralapraki
transcendente
travessias digitais
31 da armada
tristeza sob investigação
triunfo da razão
trova do vento que passa
tubarão

último reduto
um bigo meu
um por todos todos por um

vale a pena lutar
vasco campilho
velocidade de cruzeiro
viagens no meu sofá
vida das coisas
vento sueste
voz do deserto

welcome to elsinore

xatoo

BLOGUES DOS ALUNOS

ao sul
as cobaias
fados e companhia
o cheiro de santarém pela manhã
platonismo político
projecto comunicar
sem eira nem beira

BLOGUES DE ABRANTES

abranteimas
rua da sardinha

BLOGUES DO ALGARVE

mons cicus
olhão livre
the best of lagos

BLOGUES DE AVEIRO

a ilusão da visão
academia de aveiro
amor e ócio
arestália
aveiro sempre
bancada directa
bancada norte
blog de sergio loureiro
botanabateira
código da vivencia
cogir
debaixo dos arcos
desporto aveiro
divas e contrabaixos
estados gerais
forum azeméis
já agora
margem esquerda
neo-liberalismo
nós e os outros
notas de aveiro
notícias da aldeia
noticias de ovar
painéis de aveiro
pontos soltos
portal do beira-mar
4linhas
quotidiano da miséria
7 meses
the sarcastic way
visto de fora
vouga

BLOGUES DE OEIRAS

à rédea solta
escrever sobre porto salvo
eu sou o poli­ticopata
oeiras local
rememorar oeiras

BLOGUES DE TOMAR

alcatruzes da roda
algures aqui
à descoberta de tomar
nabantia
os cavaleiros guardiões de sta. maria do olival
serra de tomar
sondagem tomar
tomar
tomar, a cidade
tomar a dianteira
vamos por aqui

BLOGUES DO DIREITO

ab surdus
assembleia de comarca
blog de informação
blog do dip
cartilha jurídica
cum grano salis
de lege agraria nova
direito na sociedade da informação
dizpositivo
elsa
incursões
iuris
leituras oficiosas
legalidade
lex turistica nova
locus delicti
mens agit molem
notas constitucionais
o meu monte
patologia social
piti blawg
ré em causa própria
reforma da justiça
rumo do direito
santerna
senso jurídico
suo tempore
trepalium
urbaniuris
vexata quaestio

BLOGUES DOS LIVROS

blog do espaço de memória e do pátio das letras
lerblog
mundo pessoa
rcp edições

JORNALISTAS

carlos pinto coelho
ilídio martins
orlando castro
viriato teles

SOBRE BLOGUES

aniversários de blogues
blog do dia dn
blogpatrol
blogpulse
blogsearch
blogservatório
blogs em lí­ngua portuguesa
moblig
orochi's blog
sapo blogs
technorati
weblog
pesquisar neste blog
 
tags

televisão(106)

internet(105)

empresas(94)

imprensa(84)

história(62)

justiça(62)

opinião(53)

jornalistas(50)

escola(44)

blogues(42)

erc(41)

comunicação social(38)

eua(37)

informática(34)

liberdade de expressão(31)

jornalismo(25)

direitos de autor(24)

governo(22)

revistas(20)

publicidade(19)

reino unido(19)

pirataria(15)

liberdade(14)

política(12)

ps(12)

download pirata(11)

rádio(11)

censura(10)

crianças(10)

espanha(10)

agenda(9)

assembleia da república(9)

frança(9)

telecomunicações(9)

crise(8)

irão(8)

privacidade(8)

blogue para hoje(7)

concentração(7)

despedimentos(7)

direito à imagem(7)

língua portuguesa(7)

telemóveis(7)

eleições 2009(6)

cavaco silva(5)

ccpj(5)

china(5)

concorrencia(5)

prémios(5)

publicações(5)

serviço público(5)

comércio electrónico(4)

madeira(4)

provedor dos leitores(4)

psd(4)

suécia(4)

brasil(3)

futebol(3)

media(3)

regulação(3)

angola(2)

austrália(2)

bloguista(2)

canadá(2)

cds(2)

cinema(2)

clube de jornalistas(2)

consumidores(2)

coreia do norte(2)

cuba(2)

estado(2)

ética profissional(2)

google(2)

igreja católica(2)

iraque(2)

itália(2)

parlamento europeu(2)

pcp(2)

plágio(2)

sociedade da informação(2)

sondagens(2)

tribunais(2)

união europeia(2)

venezuela(2)

afeganistão(1)

alemanha(1)

américa latina(1)

anacom(1)

argentina(1)

artigo de opinião(1)

autoregulação(1)

benfica(1)

call centers(1)

casa da imprensa(1)

cia(1)

conselho deontológico(1)

coreia do sul(1)

dados pessoais(1)

despesa pública(1)

deveres dos jornalistas(1)

todas as tags

subscrever feeds