Sexta-feira, 29 de Maio de 2009

O Conselho Deontológico dos Jornalistas recebeu esta semana cinco queixas e pedidos de parecer sobre o Jornal Nacional 6.ª-Feira, da TVI, apresentado por Manuela Moura Guedes. No sábado, após a entrevista a Marinho Pinto, marcada por um final em que o bastonário da Ordem dos Advogados acusou a jornalista de fazer um mau jornalismo e violar o código deontológico da profissão, Orlando César afirmou ao DN que até há data o Conselho Deontológico dos Jornalistas não tinha recebido qualquer queixa sobre o bloco informativo da TVI, o de maior audiência da televisão nacional. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 12:25
Sexta-feira, 29 de Maio de 2009

A pirataria de software em Portugal provocou prejuízos superiores a 150 milhões de euros, revela um estudo da BSA – Business Software Alliance, divulgado hoje pela Associação Portuguesa de Software (ASSOFT), realizado em 110 países. Ler aqui, no Sol.



publicado por comunicaradireito às 12:13
Sexta-feira, 29 de Maio de 2009

Dois professores britânicos podem ser inibidos de dar aulas, depois de pais dos seus alunos terem descoberto na Internet um filme pornográfico caseiro protagonizado pelo casal. Ler aqui, no Sol.


tags:

publicado por comunicaradireito às 12:11
Sexta-feira, 29 de Maio de 2009

"Manuel Moura Guedes e Marinho Pinto foram muito criticados pelas respectivas performances no Jornal Nacional de 6ª de 22.05. Em caixas de comentários na internet muitos leitores atacaram um ou outro com violência. Apetece dizer a todos os escandalizados: sejam bem vindos à liberdade. A entrevista, com os seus erros ou exageros, foi um exercício da liberdade de expressão, quer pela jornalista, quer pelo bastonário dos Advogados. O mundo não acaba quando se dialoga forte e feio em directo; não peçam proibições e demissões e o diabo a quatro. Aquilo é a liberdade de chinelo a dar a dar, o que é muito melhor do que a censura desejada em raivosos comentários."

Eduardo Cintra Torres, no Público.



publicado por comunicaradireito às 12:06
Sexta-feira, 29 de Maio de 2009

Está a chegar ao fim uma das grandes fusões do tempo da primeira bolha tecnológica: a Time Warner anunciou hoje que vai separar-se da AOL, o portal e fornecedor de acesso à Internet que tem vindo a afundar-se nos últimos anos. Ler aqui, no Público.
 


tags: ,

publicado por comunicaradireito às 12:00
Sexta-feira, 29 de Maio de 2009

O director-geral da TVI garantiu hoje que a estação vai manter as suas práticas de produção de notícias, reagindo a uma deliberação do organismo regulador dos media que acusa o canal de misturar factos com opinião. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 11:58
Sexta-feira, 29 de Maio de 2009

A edição impressa do PÚBLICO venceu o Prémio Meios & Publicidade 2008 de melhor Diário Generalista, anunciado esta noite no Centro de Congressos de Lisboa. Na mesma categoria concorriam o "Correio da Manhã", o "Diário de Notícias" e o "Jornal de Notícias". Ler aqui, no Público.
 


tags:

publicado por comunicaradireito às 11:31
Quinta-feira, 28 de Maio de 2009

A TVI, mais concretamente algumas das suas emissões do Jornal da Noite de 6.ª Feira, foi condenada pelo Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social por “desrespeito de normas ético-legais aplicáveis à actividade jornalística”. A deliberação divulgada hoje toma posição sobre um conjunto de queixas apresentadas contra aquele canal de televisão, em concreto contra o jornal televisivo semanal que Manuela Moura Guedes apresenta à sexta-feira. Ler aqui, no Público.
 



publicado por comunicaradireito às 12:26
Quinta-feira, 28 de Maio de 2009

Os jornais atravessam dias difíceis, a publicidade escasseia e os leitores procuram cada vez mais os formatos digitais. Tudo isto é verdade, diz Gavin O’Reilly, presidente da Associação Mundial de Jornais (WAN na sigla original). Mas O’Reilly alerta quem pensa que os jornais em papel estão condenados à morte: estão enganados. Ler aqui, no Público.


tags:

publicado por comunicaradireito às 10:58
Quarta-feira, 27 de Maio de 2009

A crise económica mundial obriga a imprensa a planear estratégias para ajustar os gastos e as receitas à realidade, defendeu hoje o director do diário 'i' durante o congresso da Associação Mundial de Jornais, que decorre em Barcelona. Para Martim Avillez Figueiredo, que participa esta tarde no congresso com o tema "Lançamento de Produtos em Períodos de Dificuldades Financeiras", é necessário encontrar "soluções urgentes e eficazes" para readaptar os jornais em papel e on-line às audiências.



publicado por comunicaradireito às 19:01
Quarta-feira, 27 de Maio de 2009

Nem o Vaticano resiste à crise. Com 80 anos de história, a Rádio Vaticano decidiu, pela primeira vez, abrir as portas à publicidade, anunciou o director, padre Frederico Lombardi, também porta-voz do Papa Bento XVI. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 18:58
Terça-feira, 26 de Maio de 2009

O Irão bloqueou o Facebook até 12 de Junho. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 11:39
Terça-feira, 26 de Maio de 2009

O lançamento de um canal em português da CCTV "é a forma mais directa" de mostrar o país aos falantes da língua portuguesa, considerou hoje Cao Yin, vice director-geral do Ministério do Filme, Rádio e Televisão da China. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 11:38
Terça-feira, 26 de Maio de 2009

Morre Edward Behr, aos 81 anos, jornalista e escritor britânico de origem francesa, colaborador das revistas “Life”, “Time” e “Newsweek”, autor de várias obras como a que serviu de tema ao filme “O Último Imperador”, do realizador italiano Bernardo Bertolucci.

 

(Foto)


tags:

publicado por comunicaradireito às 11:32
Segunda-feira, 25 de Maio de 2009

A partir de hoje pode passar-se a acompanhar tudo o que diz respeito às três eleições deste ano através de uma nova entrada para o blogue Eleições2009 do Público através de um sitío próprio, um  destacável on-line Eleições Europeias 2009.  Trata-se de uma página de abertura, com acesso a partir da 1ª página do Público, com links diversos para textos do Eleições2009, outros blogues, clipping de notícias, sondagens, destaques, imagens de campanha e recolha de comentários. 

 

(Via A Barbearia do Senhor Luís)


 



publicado por comunicaradireito às 17:01
Segunda-feira, 25 de Maio de 2009

Tinha 34 anos o “Carbondale Valley Journal” e estava condenado a acabar, quando a população da rural localidade de Carbondale, no Colorado, EUA, decidiu que aquele título, ao contrário de muitos na imprensa regional norte-americana, não era para morrer. E voluntariou-se para o fazer sozinha. Ler aqui, no Público.


tags: ,

publicado por comunicaradireito às 16:59
Segunda-feira, 25 de Maio de 2009

O exercício de avaliação contínua da aula de amanhã terá por objecto a legislação relativa aos incentivos à comunicação social, conforme estava previsto para a aula da semana passada.

 

Jorge Ferreira


tags:

publicado por comunicaradireito às 09:57
Segunda-feira, 25 de Maio de 2009

Milhares de venezuelanos marchavam, em Caracas, para exigir do Governo a restituição da licença de transmissão à Rádio Caracas Televisão (RCTV), o mais antigo canal de televisão do país, com uma linha editorial opositora a Hugo Chávez.



publicado por comunicaradireito às 09:30
Segunda-feira, 25 de Maio de 2009

Com a iminente entrada em funcionamento do primeiro cabo de fibra óptica, que tornará mais acessível a Internet, o governo afegão anunciou ontem que está a estudar a forma de limitar o acesso à rede. Em causa está sobretudo a limitação a sites pornográficos, "algo incompatível com os valores islâmicos", explicou à AFP um porta-voz do Ministério das Tecnologias e Informação afegão. "Num segundo momento, esperamos limitar o acesso a sites que podem enganar as crianças", adiantou. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 09:27
Segunda-feira, 25 de Maio de 2009

Dezenas de polícias passaram a pente fino a casa do proprietário da estação de televisão venezuelana Globovisión, Guillermo Zoloaga. A visita dos agentes, de vários departamentos, aconteceu semana e meia depois do Presidente Hugo Chávez ter ameaçado os media críticos do regime. A força policial, de meia centena de homens, incluindo fiscais, funcionários dos serviços de trânsito e de protecção do consumidor, entrou na morada na noite de sexta-feira, contou a correspondente do diário espanhol El País. O director do Corpo de Investigações, Wilmer Trosel, explicou a rusga afirmando que fora detectado no lugar um lote "importante" de veículos em "estado de ocultação".

 

Fonte: Público.



publicado por comunicaradireito às 00:20
Domingo, 24 de Maio de 2009

As campanhas publicitárias de jornais não podem ser consideradas anúncios institucionais, como fez a RTP, porque visam divulgar produtos comerciais que têm como objectivo gerar lucro, defende a maioria dos especialistas em media contactada pela agência Lusa. Em causa está o facto de a RTP, há cerca de duas semanas, ter passado a campanha publicitária de lançamento do jornal i no seu espaço institucional, o que gerou uma queixa do jornal Público e da TVI à Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 13:15
Domingo, 24 de Maio de 2009

A Digital Sky Technologies, empresa de investimento da Rússia, ofereceu-se para investir 200 milhões de dólares (cerca de 143 milhões de euros) na rede social Facebook, noticia hoje o Wall Street Journal. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 13:13
Domingo, 24 de Maio de 2009

Os ministros que têm a tutela da comunicação social na União Europeia chegavam a um acordo político sobre a directiva “Audiovisual sem Fronteiras”, que flexibilizará as actuais regras da publicidade televisiva.



publicado por comunicaradireito às 13:12
Domingo, 24 de Maio de 2009

Era publicado o primeiro número do Diário de Coimbra.


tags:

publicado por comunicaradireito às 13:11
Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

Os provedores do leitor são uma espécie ameaçada no contexto de crise da imprensa, alerta o provedor do leitor do “Washington Post”, Andrew Alexander. Nos EUA, pelo menos 14 provedores de jornais foram demitidos desde o início de 2008. E Alexander questiona-se: será que faz sentido o papel do representante dos interesses do leitor na era da web 2.0, quando todos podem fazer ecoar bem alto as suas críticas? Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 17:12
Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

A Casa Branca lançou ontem a tão esperada iniciativa de transparência governamental, que pretende tornar a informação do governo acessível através da Internet e permite aos cidadãos sugerir formas de tornar o Estado mais acessível. Ler aqui, no Público.


tags: ,

publicado por comunicaradireito às 15:51
Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

"Tenho três filhos menores de idade. Se um dos meus filhos for fotografado ou filmado por um estranho sem a minha autorização, esse estranho comete um crime. Dito de outro modo, a realização de fotografias ou filmagens de crianças sem autorização dos respectivos pais é, em princípio, uma conduta ilícita punível pela lei penal. De igual modo, a divulgação de fotografias e filmes de crianças licitamente realizadas, mas cuja divulgação não tenha sido autorizada pelos pais, também constitui crime. Mais: se a divulgação das imagens da criança for feita pelos meios de comunicação social, a pena aplicável é agravada de um terço nos seus limites máximo e mínimo. Em qualquer caso, o procedimento criminal depende da queixa do ofendido. No caso de ofendido menor de 16 anos ou sem discernimento para entender o alcance e o significado do exercício do direito de queixa criminal, este direito pertence ao representante legal do ofendido. "

Paulo Pinto de Albuquerque, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 13:08
Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

Uma cada quatro crianças com mais de oito anos tem seis meios de comunicação no quarto. Um excesso, defendem especialistas que alertam para o papel regulador que os pais devem desempenhar. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 13:06
Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

O presidente do Benfica Luís Filipe Vieira foi condenado pelo Tribunal da Relação de Lisboa a pagar um euro ao jornalista António Tavares-Teles, na sequência de um processo por injúrias e difamação. Ler aqui, no Diário de Notícias.


tags:

publicado por comunicaradireito às 13:04
Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

Depois do encerramento da Metro Espanha, em Janeiro, a Metro International, que detém em Portugal o jornal gratuito Metro, anunciou hoje que está em “negociações avançadas” para desinvestir das unidades que tem em Portugal e Itália. Juntas, estas duas divisões geraram prejuízos de 2,5 milhões de euros no ano passado. Ler aqui, no Público.


tags:

publicado por comunicaradireito às 12:30
Quinta-feira, 21 de Maio de 2009

A galega María Amelia López, conhecida internacionalmente por ser a "avó" dos blogues, faleceu aos 97 anos, em Muxía, na Corunha, confirmaram hoje fontes da Câmara daquela localidade.  A idosa tornou-se famosa com o blogue "Aos meus 95 anos", que inaugurou no dia em que completou essa idade, a 23 de Dezembro de 2006. O blogue foi criado e oferecido pelo neto como prenda de aniversário, tendo recebido há dois anos o prémio "O Melhor dos Blogues" em Língua Espanhola, da cadeia de televisão internacional alemã Deutsche Welle. No "Aos meus 95 anos", María Amelia López relatava as suas vivências, uma forma de quebrar o isolamento, já que, conforme admitiu, "tinha a moral caída" devido à morte de todas as suas amigas. Numa entrevista à agência noticiosa espanhola EFE, a galega reconheceu que era "adepta da Internet". "A banda larga entusiasmou-me, abriu-me uma janela para o mundo na qual posso aprender muitas coisas", frisou, mostrando-se comovida por as pessoas lhe escreverem desde todos os pontos do mundo.

Fonte: Lusa.


tags:

publicado por comunicaradireito às 22:21
Quarta-feira, 20 de Maio de 2009

Chama-se “Yas-e No”, é um jornal iraniano e foi encerrado logo na primeira edição, no passado sábado, o que o torna um recordista. Apesar de, nos últimos dez anos, a lista de jornais e meios de comunicação encerrados pelo Governo de Ahmadinejad ser extensa, nenhum teve uma tão curta história em banca. Mas a história deste Yase No não acaba aqui. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 12:43
Quarta-feira, 20 de Maio de 2009

O Governo vai deixar cair a lei do pluralismo e da não concentração dos meios de comunicação social vetada hoje, pela segunda vez por Cavaco Silva, mas o PS vai inscrever os seus princípios no programa eleitoral de Governo.

“Estamos em fim de legislatura não faz sentido continuar com este processo legislativo”, justificou hoje o ministro dos Assuntos Parlamentares, na Assembleia da República, esclarecendo que este “é um argumento político e não de calendário”.

Questionado sobre se o Governo não quis afrontar Cavaco Silva, Santos Silva afirmou que “o Governo desconhece a palavra afrontar na cooperação institucional com o Presidente da República”. “Não há um braço de ferro mas há uma divergência política”, afirmou Santos Silva.

Enquanto dirigente do PS, Santos Silva anunciou que os princípios da lei vetada pelo Presidente da República constarão do programa eleitoral. “O PS não se conforma com a opacidade da transparência do financiamento alguns meios de comunicação social”, justificou.

 

Fonte: Público.

 

Ler aqui a mensagem do Presidente da República à Assembleia da República sobre o veto da lei do plurismo e da concentração.



publicado por comunicaradireito às 12:37
Terça-feira, 19 de Maio de 2009

O director do semanário Sol disse hoje à Lusa estar a ponderar mudar o formato do jornal, tornando-o idêntico ao do diário i, antes do próximo Verão, considerando que esse será o futuro da imprensa.


tags:

publicado por comunicaradireito às 17:56
Terça-feira, 19 de Maio de 2009

O diário Tucson Citizen, o mais antigo do estado norte-americano do Arizona, foi distribuído pela última vez no sábado, numa edição especial, a relembrar os 138 anos de existência. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 12:58
Terça-feira, 19 de Maio de 2009

Mais um caso de plágio a ensombrar os jornais, desta vez com uma colunista do “New York Times” debaixo de fogo. Maureen Dowd admitiu que plagiou um autor de um blogue, Josh Marshall, de Talking Point memo. O jornal já publicou uma correcção formal. Ler aqui, no Público.


tags: ,

publicado por comunicaradireito às 12:53
Terça-feira, 19 de Maio de 2009

O que é um jornalista? Quem é que pode ser jornalista?

 

Baseado num texto, que saiu no final de 2007, de Francisco J. de Zavalía, advogado, a minha escolha recaiu sobre este tema, pois nos dias de hoje esta questão tem sido frequentemente levantada devido à evolução das tecnologias e ao fácil acesso a essas mesmas tecnologias (blogs, fotografias, podcasts, youtube).

 

Jornalistas são, segundo o Estatuto do Jornalista, “aqueles que, como ocupação principal, permanente e remunerada, exercem funções de pesquisa, recolha, selecção e tratamento de factos, notícias ou opiniões, através de texto, imagem ou som, destinados a divulgação informativa pela imprensa, por agência noticiosa, pela rádio, pela televisão ou por outra forma de difusão electrónica.”

 

Só que as facilidades de acesso a essas tecnologias permitem que as pessoas passem de simples consumidores de informação e que sejam elas mesmas a fazerem parte do processo de criação de notícias, ou seja, que passem a fazer o papel de jornalista. Como por exemplo, a questão dos bloggers. Serão estes também jornalistas?

 

Neste texto, Zavalía fala duma lei que saiu nos EUA na altura, Free Flow of Information Act.

Esta lei vem isentar os jornalistas de revelar as suas fontes em casos federais e define os jornalistas como todos aqueles que “recolham, preparem, obtenham, fotografem, gravem, escrevam, editem, informem ou publiquem, notícias ou informações sobre factos nacionais ou internacionais ou de qualquer outro interesse público e para sua divulgação ao público".

 

Ou seja, podemos concluir disto, que qualquer cidadão comum pode ser jornalista. No que toca aos bloggers, não é o caso, pois essa lei não se aplica a todos os bloggers, porque “requer que aqueles que pretendam invocar tal privilégio devam praticar o jornalismo de forma regular e este deve ser o seu modo de vida de onde auferem proveitos ou, pelo menos, uma parte substancial destes.”

 

Se todo o cidadão pode ser jornalista, porquê estar 3 anos a estudar comunicação social, jornalismo ou até mesmo ciências da comunicação? Porquê gastar tanto dinheiro neste tipo de cursos, se qualquer um, desde que maior de 18 anos, pode ser ‘jornalista’?

 

Ler mais aqui, no Juris

 

Paula Cristina Faria, n.º 9933

 

 



publicado por comunicaradireito às 12:05
Terça-feira, 19 de Maio de 2009

Informo que hoje não me é possível dar a aula.

 

Jorge Ferreira


tags:

publicado por comunicaradireito às 11:05
Terça-feira, 19 de Maio de 2009

Um estudo realizado pelo Centro de Investigação de Adolescentes e Jovens Chineses concluiu que cada jovem gasta em média 5,3 horas diárias ligados à Internet. De acordo com o mesmo estudo, mais de 50% dos jovens inquiridos com menos de 25 anos afirma que se sente "desconfortável" se passar 3 dias sem estar online.

 

Isto é preocupante. E não é só por jovens passaram 1/4 do seu dia em frente a um computador, mas também pelo conteúdo a que podem facilmente aceder. Não existe meio de comunicação mais anárquico que a Internet, onde um jovem e uma criança pode aceder facilmente a conteúdos perigosos, desde a pornografia, a sites que influenciam mentes mais frageis ao suícidio, por exemplo.

 

Mas mesmo que estes jovens passem as suas 5.3 horas a pesquisar conteúdos mais saudáveis ou a falar com os seus amigos (que quiçá nunca conheceram pessoalmente), não seria melhor aproveitar a sua juventude em actividades mais produtivas e sociais? 

 

É verdade que a Internet facilitou a comunicação entre pessoas em diversos níveis, mas não estará também a fazer com que nos tornemos seres mais isolados?

 

 

João Miranda, nº13222

 



publicado por comunicaradireito às 08:58
Terça-feira, 19 de Maio de 2009

O governo para acabar com o crime na internet aprovou a lei do Cibercrime, e segundo essa mesma lei, a expansão de vírus passa a ser crime. Para evitar essa mesma expansão e para punir os que a fazem será criado um organismo adequado como forma de proteger e assegurar o acesso à internet.

 

Como se sabe a internet é, actualmente, mais do que nunca um veículo para a prática de actividades que são actos ilícitos, em desacordo para com a lei e com punições previstas pela mesma.

 

Quando me refiro a actos ilícitos estes estão associados à pedofilia, envolvendo por vezes a prostituição, a divulgação de fotos pornográficas de menores e ainda à expansão propositada de vírus informáticos. As denúncias têm sido constantes e juntam diversos tipos de actos. Sabe-se que o número de denúncias não pára de aumentar, mas na verdade nem todas são levadas avante e o porquê é incompreensível. A pergunta que coloco e que certamente todos os portugueses colocarão é; mesmo com a criação desse organismo será possível detectar todos os vírus criados num universo tão vasto?

 

Poderão os portugueses aceder à internet de forma segura sem se preocuparem com o facto de poderem contrair vírus? E os pais, poderão, após a aplicação desta lei estar mais tranquilos em relação ao acesso dos filhos à internet?

 

 

Liliana Almas

nº13320



publicado por comunicaradireito às 01:23
Segunda-feira, 18 de Maio de 2009

O mercado português de computadores cresceu 71,4% no primeiro trimestre de 2009, a maior subida da Europa Ocidental.

Do meu ponto de vista trata-se de um fenómeno virtual que tem vindo a revolucionar o mercado português com base na procura e oferta que as empresas, em colaboração com o governo da educação, têm vindo a dessenvolver ao longo dos anos.

Este mesmo crescimento deve-se ao facto da implementação do e.escolas no projecto do governo para acabar com as desigualdades no ensino e abrir as portas para o mundo tecnológico - mundo que até então estava bastante limitado a um grande número de alunos que, actualmente, gozam de acesso à internet com custos reduzidos.

Podemos considerar como sendo uma mais valia para o país pelo facto de que, dentro da União Europeia, Portugal é visto como um dos países mais carecidos. Em contrapartida, o e.escolas e o e.escolinhas apresentam e poderão apresentar grandes progressos como por exemplo o aumento tecnológico no país, formando grandes quadros com capacidade de enfrentar os mercados mundiais mais elevados.

Para concluir, os resultados apresentados na notícia em questão demonstram que um país como Portugal pode atinguir grandes patamares quando propõe empenhar-se e investir numa determinada área; neste caso, este projecto do governo em colaboração com a educação tem vindo a superar as expectativas esperadas. Este projecto tem proporcionado aos alunos mais carecidos a oportunidade de estarem mais cedo em contacto com as novas tecnologias e facilitando a integração social dos mesmos, dando-lhes uma ferramenta bastante útil e um conhecimento para toda a vida.

 

 

Victor Francisco

nº13332



publicado por comunicaradireito às 22:53
Segunda-feira, 18 de Maio de 2009

 Paulo Santos, presidente do Movimento Anti-Pirataria na Internet (Mapinet), afirmou recentemente que o ministro da Cultura, José António Pinto Ribeiro requereu alguns dossiers sobre a actual situação da pirataria na internet e que em troca, colocava medidas em prática para tal combate. Todavia, o Sr. Ministro esqueceu-se que a actual lei sobre esta matéria está completamente desactualizada e desajustada ao mercado actual, porque o mesmo, apenas engloba suportes analógicos. De qualquer forma, não deixa de ser preocupante que em pleno século XXI ainda não exista um controlo mais sóbrio sobre os conteúdos digitais. Então não é por acaso, que existe tremenda pirataria na internet e continuam os criadores a serem penalizados, pois ainda não se lembraram de actualizar a lei.
  Todavia, o regime jurídico geral do direito de autor aplica-se de igual forma em relação aos jornalistas e a todos aqueles que usam da sua genuinidade para criar obras de cariz intelectual, artística, científica e que decidam exteriorizá-la.
No caso de obras jornalísticas, existem certas particularidades, principalmente as informações do dia-a-dia, que não são protegidas pelo direito de autor. Porém, não devem mesmo assim, ser utilizadas de forma abusiva. No entanto, se reflectirmos um pouco sobre esta problemática chegaremos à conclusão que, as matérias jornalísticas exigem um controlo menos rígido do que as outras gerais de inspiração pessoal.
Hoje em dia, estamos a encarar a era digital em que tudo parece caminhar para a informatização, as grandes transacções e negócios ganham cada vez mais espaço neste novo mundo, que não exclui as grandes obras artísticas. Por isso, é urgente agir e legislar neste domínio, porque países como a França já deram recentemente o exemplo.
 

Eleantino Évora Nº 9891

Fonte: Diario de Notícias

blogs.sapo.pt/update.bml



publicado por comunicaradireito às 15:56
Segunda-feira, 18 de Maio de 2009

"É já um acto de rotina repressiva a proibição à blogger Yoani Sanchéz de sair de Cuba. Agora repetiu-se ao impedirem-na de viajar até Turim (Feira do Livro) para participar no lançamento da edição italiana de “Cuba Libre”. As ditaduras possuem este poder pérfido: banalizando a repressão, banalizam o protesto contra a repressão e, assim, tornam tão banal a repressão que parece que ela não existe. Mas ela existe e é preciso dizer que ela existe até que a sua existência se oiça."

 

João Tunes, no Água Lisa.


tags:

publicado por comunicaradireito às 14:05
Segunda-feira, 18 de Maio de 2009

O ministro da Cultura adiantou ontem que Portugal "não vai bloquear" a proposta comunitária que amplia os direitos conexos dos artistas intérpretes portugueses e europeus dos actuais 50 para 70 anos. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 11:09
Segunda-feira, 18 de Maio de 2009

Os fornecedores de Internet poderão vir a transformar-se nos parceiros ideais dos Executivos que precisam de monitorizar as actividades online dos seus cidadãos. Exemplo acabado desta parceria está na possibilidade de os ISP (Internet Service Providers) poderem começar a barrar o acesso à Internet aos utilizadores que partilhem ficheiros com copyright, isto é, sujeitos ao pagamento de direitos de autor. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 09:39
Segunda-feira, 18 de Maio de 2009

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A apresentadora da televisão afegã Shaima Rezayee, de 24 anos, era assassinada em Kabul.

(Foto)

 


tags:

publicado por comunicaradireito às 09:34
Segunda-feira, 18 de Maio de 2009

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Alentejo tem uma nova revista, divulgada n' A Voz Portalegrense, por Mário Casanova Martins. Chama-se Pormenores. Ler aqui.


tags:

publicado por comunicaradireito às 09:30
Segunda-feira, 18 de Maio de 2009

O Centro de Estudos Portugueses da Universidade de Massachusetts Dartmouth iniciou um projecto que visa digitalizar todos os jornais portugueses que foram publicados nos Estados Unidos até 1970. Esta iniciativa, que necessita de apoio financeiro, tem como principal objectivo não só mostrar ao mundo - e não apenas à comunidade académica - a história da emigração portuguesa para os EUA, mas também demonstrar a opinião dos portugueses pelos seus compatriotas emigrados.

É questionável o facto da aposta deste Centro na digitalização dos jornais portugueses ser apenas até a década de 70 do século passado, já que os jornais não deixaram de ser publicados nos EUA após essa data. Muito pelo contrário, a esta data seguiram-se acontecimentos deveras importantes em Portugal que, por certo, interessariam aos emigrantes, e aos seus descendentes, conhecer ainda hoje: o desenrolar dos acontecimentos, os novos governates e a sua atitude perante a imensidão de gente que emigrou durante a ditadura salazarista...

No mesmo raciocínio surge então outro problema: com a Revolução veio a liberdade de imprensa! Então, mais uma vez me interrogo do porquê do corte na década de 70 se daí para a frente o conteúdo dos jornais passou a ser mais abranjente e opinativo do que o era aquando da ditadura, o que poderia proporcionar aos emigrantes nos Estados Unidos essa opinião "dos portugueses sobre os portugueses" que o Centro evoca!

Em pleno século XXI onde o acesso à informação está à distância de um clique, entristece saber que uma iniciativa desta importância, em primeiro lugar, necessita de um "mecenas" para que possa ser levada a cabo; em segundo lugar, não tem por objectivo a publicação dos jornais até ao final do século XX.


Catarina Ruivo nº 13215



publicado por comunicaradireito às 02:09
Domingo, 17 de Maio de 2009

O jornalismo de proximidade tem sido uma aposta cada vez mais apetecível aos Meios de Comunicação.

 

É um género jornalístico cada vez mais presente nos órgãos de comunicação. Ao longo dos anos tem ganho o seu espaço, sendo cada vez mais importante. Usado primeiramente na imprensa regional, rapidamente a imprensa nacional e as televisões se aperceberam que este género ganhava força.

 

O dinamismo mais evidenciado passa pela imprensa diária. Os jornais diários portugueses procuram exercer um jornalismo de proximidade, justificando que estes precisam de “mudanças”. As maiores apostas assentam nas imagens apelativas, temáticas diversificadas, leituras ritmadas e fácil interpretação.

 

Poder chegar a todos os cidadãos de forma directa, procurando ajudar a divulgar as suas carências, revoltas e indignações são os factores chave para a sua intervenção e posição no mercado jornalístico.

 

Os portugueses mudaram as suas formas de ler. Diligenciam as notícias com as quais se identificam. A faculdade de assumir a sua postura de repórter, com notícias das suas regiões é uma mais valia para todos.

 

A interacção entre a redacção e o público é uma ligação estreita e com tendência a se intensificar e a fortalecer. Este papel, tal como defende o Professor da Universidade de Coimbra Carlos Camponês, autor do livro “Jornalismo de Proximidade”, a imprensa Regional será a imprensa do século XXI.”Estamos perante um panorama de comunicação virado do “avesso”. É cada vez mais fácil tomar conhecimento dos acontecimentos longínquos, mas nos distanciamos da realidade cada vez mais próxima.”

 

Este género de jornalismo permitirá que toda a comunicação funcione como uma rede, onde cada malha trará acontecimentos dos seus mais diversos locais.

 

As notícias transmitem que o mundo está em crise, mas os portugueses com certeza estarão mais preocupados com o seu país, a sua região, o seu bairro.

 

 

Ana Marta Sénica n.º9918

 



publicado por comunicaradireito às 19:48
Domingo, 17 de Maio de 2009

A Internet é uma óptima forma de adequirir conhecimentos, mas também um perigo constante. Qualquer pessoa pode encontrar o que quer que seja na Internet, desde  imagens simples a imagens ousadas.

As nossas crianças não estão preparadas para aceder a certas páginas na Internet, este é o meio de mais fácil acesso para os pedófilos, pois os menores não sabem com quem estão a falar do outro lado do ecrã.

 

Sexta-feira, dia 15 de Maio, o Secretário-Geral da União Internacional das Telecomunicações transmitiu a informação de que uma em cada cinco criançar sofrem de pedofilia pela Internet. Cada vez mais, crianças são vitimas de ciberdelinquentes e pedófilos, pois estas são as vitimas mais fáceis.

 

Como poderemos proteger os menores destes homens? Como poderemos controlar a Internet ou quem acede a ela?

Estas são questões complexas e que não têm uma solução à vista. Pois todos nós sabemos que controlar quem acede à Internet é algo bastante complicado. Mas também sabemos que a internet não pode ser utilizada para fins ilicitos ou criminosos, mas sim utilizada como algo informativo,  educativo e de entertenimento. 

 

 

Ana Silva nº13314

 

 



publicado por comunicaradireito às 14:09
Domingo, 17 de Maio de 2009

O browser Firefox, da Mozilla, continua a ganhar terreno ao Internet Explorer da Microsoft e, a manter-se a tendência dos últimos seis anos, pode mesmo ultrapassar o IE em Janeiro de 2013. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 11:13
Domingo, 17 de Maio de 2009

TVI pede desculpas ao Expresso. Em causa, a primeira página do semanário ter sido mostrada no 'Jornal Nacional-6.ª-Feira'. Manuela Moura Guedes não assume erro. Ler aqui, no Diário de Notícias. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 11:11
Domingo, 17 de Maio de 2009

"Concordo que a "Pirataria é o principal inimigo". Mas, renegar o potencial da internet para o comércio legal de música escudando-se na opinião que criar novos modelos de negócio é "extremamente difícil", como afirmou Eduardo Simões, parece-me uma saída dada ao facilitismo e que pode (continuar a) comprometer o sector."
 

 

Daniel Torres Gonçalves, no Piti Blawg.


tags:

publicado por comunicaradireito às 11:00
Domingo, 17 de Maio de 2009

A facturação da indústria fonográfica com a venda de música em suportes físicos caiu de 106 milhões de euros em 2000 para cerca de 36 milhões em 2008 – a descida ronda os 66 por cento e está longe de ser compensada pelas vendas on-line. Para além de excluírem as vendas em formato digital, os números também não têm em conta a venda de DVD musicais (como gravações de concertos, por exemplo). Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 10:58
Domingo, 17 de Maio de 2009

Hoje é o Dia Mundial das Telecomunicações e da Sociedade de Informação.



publicado por comunicaradireito às 10:57
Sábado, 16 de Maio de 2009

Dois anos após o desaparecimento de Madeleine McCann no Algarve, os pais da menina britânica vão processar por difamação o ex-inspector da Polícia Judiciária Gonçalo Amaral, anunciou hoje o porta-voz do casal, citado pela BBC. Ler aqui, no Público.
 


tags:

publicado por comunicaradireito às 22:44
Sábado, 16 de Maio de 2009

São muitas as notícias sobre a crise que o país atravessa, mas nenhum jornal escreve sobre as suas próprias crises.

José Vítor Malheiros, jornalista, escreveu a 12 de Maio de 2009 no jornal Público, uma grande verdade sobre a crise da imprensa. Este afirma que não existe uma, mas sim três crises, o que é realmente notório, visto que são muitos os salários em atraso em jornais e o fecho de suplementos.

A primeira crise apontada é a falta de credibilidade dos jornalistas. Os leitores começam a não acreditar no que lêem, visto que são muitos os boatos e notícias que contém um exagero que por vezes destorcem a realidade de tal forma que por vezes parece que estamos a ler uma história de encantar. Claro que assim o jornalista perde credibilidade! Não informa com rigor.

Depois temos a falta de atractividade, o que é bastante lógico, na minha opinião, porque os jornais escrevem todos sobre o mesmo e esquecem o jornalismo de proximidade, em que escrevem sobre as pessoas e os seus problemas. Os temas ao longo de todo o jornal são a crise, investigações e julgamentos.

E por fim, a informação on-line, já são muitos os jornais a ter a sua edição on-line. Esta é uma das crises que mais se faz notar, pois são menos os exemplares nas bancas, porque as pessoas preferem ler o jornal on-line, pois não pagam para ler, podem seleccionar a indormação e é muito mais rápido.

Penso que a imprensa deveria tomar medidas originais e os jornalistas ou emprensas de comunicação social mudarem de atidtude, pois estamos a perder muito com a informação que é dada ao leitor e a forma como esta é redigida e seleccionada.

Com tantas coisas novas, porque não uma informação nova, original e deversificada?

 

Ler o artigo de opinião escrito por José Vítor Malheiros aqui

 

Cátia Romualdo nº12308

 

 



publicado por comunicaradireito às 13:49
Sábado, 16 de Maio de 2009

O Le Monde publicou ontem o número 20.000. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 01:41
Sábado, 16 de Maio de 2009

Quem diria? Apesar de ser o mais consensual dos presidentes norte--americanos das últimas décadas e de os seus discursos serem acompanhados com grande atenção mediática um pouco por todo o mundo, as conferências de imprensa em horário nobre de Barak Obama estão a dar um prejuízo de cerca de 22 milhões de euros de receitas publicitárias às maiores estações televisivas dos Estados Unidos: CBS, Fox, ABC e NBC . Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 01:38
Sábado, 16 de Maio de 2009

Tozé Brito revelou em conferência de imprensa que o ministro da Cultura, José António Pinto Ribeiro, marcou uma reunião de urgência com a Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) para dizer que as suas declarações sobre o direito de autor tinham sido manipuladas. No mesmo encontro, o responsável pela pasta da Cultura assumiu ainda estar ao lado dos autores e contra a pirataria, declarou também Tozé Brito. "Abriu-se uma porta que há muito tempo estava fechada", acrescentou ainda este mesmo responsável da SPA. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 01:36
Sábado, 16 de Maio de 2009

Dia 29 é o dia do adeus. Jay Leno, à frente do “Tonight Show” da NBC, um dos programas mais vistos da TV norte-americana (que chega a nós pela SIC Radical) faz o último programa no próximo dia 29, anunciou a cadeia de televisão norte-americana. No dia 1 de Junho o senhor que se segue é o não menos famoso Conan O’Brien, uma alteração anunciada há quatro anos. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 01:33
Sexta-feira, 15 de Maio de 2009

Desde que apareceram, as Redes Sociais têm dado que falar. Nem todas as pessoas as utilizam, umas dizem que é uma óptima maneira para comunicar enquanto que outras dizem que não vale a pena perder tempo com algo desse género.

É verdade que através destas redes podemos comunicar, mas por vezes corre-se o risco de publicar alguma informação que não deve ser vista por todas as pessoas. Este é um risco que todo e qualquer jornalista corre ao utilizar este meio de comunicação.

Robert Christie, porta-voz do Dow Jones, alertou os jornalistas do "Wall Street Journal" para terem cuidado com as informações que publicam. Antes de escreverem o que quer que seja, os jornalistas devem falar em primeiro lugar com os seus editores, para assim não caírem no erro de publicar alguma notícia dita confidencial. Esta é uma das recomendações incluídas no documento que explicita as regras que devem ser seguidas pelos jornalistas para se poder escrever numa destas Redes Sociais.

Sem dúvida é um documento que deve ser lido por todos os jornalistas, visto que as Redes Sociais podem ser visitadas por todas as pessoas, estando disponíveis 24 sobre 24 horas na Internet.

 

Daniela Santos, nº 12314



publicado por comunicaradireito às 20:04
Sexta-feira, 15 de Maio de 2009

Um grupo de hackers atacou 200 milhões de contas no Facebook na quinta-feira, roubando senhas de vários membros da popular rede social. De acordo com o porta-voz, o site bloqueou os perfis comprometidos, estando a tentar resolver os estragos causados pelo ataque. Ler aqui, no Jornal de Negócios.



publicado por comunicaradireito às 14:43
Quinta-feira, 14 de Maio de 2009

O início previsto para hoje do julgamento das empresas Sedico e Fólio, instaurado pelos trabalhadores demitidos de "O Primeiro de Janeiro" para receberem pagamentos em atraso, foi adiado 'sine die' por razões processuais. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 20:30
Quinta-feira, 14 de Maio de 2009

O Sol vai passar a sair à sexta-feira. A informação foi avançada ao M&P por José António Saraiva, director do semanário. A mudança vai ser efectuada a partir do próximo dia 22, precisa o responsável, justificando a decisão com a necessidade de antecipar o fecho para assegurar a distribuição do título ao sábado em Angola. “Ponderámos fazer um fecho para a edição de Angola e outro para a portuguesa”, admite José António Saraiva, mas a logística revelou-se “complicada”. A decisão poderá não ser definitiva, diz, quando asseguradas as condições de impressão em Angola da edição local. Actualmente, o jornal é impresso em Portugal seguindo de avião para Luanda. Ler aqui, na Meios & Publicidade.
 


tags:

publicado por comunicaradireito às 10:48
Quarta-feira, 13 de Maio de 2009

O ministro da Cultura, José António Pinto Ribeiro, opôs-se hoje em Bruxelas à penalização dos downloads ilegais sem decisão judicial, distanciando-se de uma lei aprovada pelo parlamento francês. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 12:03
Terça-feira, 12 de Maio de 2009

A ERC está a preparar uma acusação contra a empresa detentora da "Playboy", por esta ter posto a revista à venda sem registar o título, disse à Lusa fonte do organismo regulador. Ler aqui, no Público.
 


tags: ,

publicado por comunicaradireito às 19:36
Terça-feira, 12 de Maio de 2009

O Sindicato dos Jornalistas analisou a proposta de actualização salarial proposta pela administração da RTP para 2009 mas decidiu não a aceitar. Amanhã realiza-se novo plenário de trabalhadores, que se repete no Porto no dia 20, para analisar esta questão. Ler aqui, no Público.
 



publicado por comunicaradireito às 19:34
Terça-feira, 12 de Maio de 2009

Três alunos de Comunicação Social da ESTA, do IPT; venceram o Prémio Nacional de Jornalismo Universitário (PNJU) na categoria de Televisão. Alison Silva, Nuno Pinto e Sara Pereira ganharam este prémio com uma reportagem de 18 minutos, realizada e produzida em Abrantes, subordinada ao tema “Por que votamos?”.  O concurso, na área da televisão, foi decidido por um júri constituído por Ricardo Costa e Carla Castelo, da SIC. Considerando a actualidade e o tema do concurso – Direitos Humanos e Cidadania –, os três alunos de Jornalismo da ESTA optaram por produzir uma reportagem sobre a importância do voto. Questionaram abrantinos do meio rural e do meio urbano com o objectivo de compreender o que pensam sobre a sua participação em actos eleitorais. Para fazer o contraponto, a reportagem inclui também a opinião do actual presidente da Câmara de Abrantes, Nelson de Carvalho. Como reconhecimento pelo seu trabalho, cada um dos autores da reportagem premiada recebeu um curso de televisão do Centro Protocolar de Formação Profissional de Jornalistas (Cenjor). Para os três alunos da ESTA, esta é uma oportunidade importante na sua formação. Para a comunidade académica desta instituição de ensino, o prémio é visto como o reconhecimento do trabalho desenvolvido por todos, todos os dias. Com mais esta distinção, a ESTA reafirma-se como uma instituição de ensino superior que, ao celebrar dez anos de existência, se distingue pela qualidade da formação que proporciona a estudantes de todo o país e que valoriza a região onde se insere.

 

Fonte: Rádio Cidade de Tomar.



publicado por comunicaradireito às 14:45
Terça-feira, 12 de Maio de 2009

O dinheiro começa a faltar nas estações de televisão privada. Na SIC e na TVI alguns programas populares já sofreram cortes, uns deixaram de ir para o ar, outros, por enquanto, ainda são apenas apanhados pelos cortes nos ordenados, escreve o 24Horas. Ler aqui, no Sol.



publicado por comunicaradireito às 12:34
Terça-feira, 12 de Maio de 2009

Jornalistas e militares juntaram-se na Tapada de Mafra para mais um exercício de treino em cenário de conflito, uma oportunidade para conviverem em situações de tensão e discutirem uma relação nem sempre fácil. O protocolo assinado entre o Exército e a RTP permitiu a cerca de uma dezena de jornalistas integrar - estarem embedded - e acompanhar um grupo de 120 militares da Escola Prática de Infantaria (EPI), da Brigada Mecanizada e do Regimento de Lanceiros numa simulação com ataques, explosões e todos os imprevistos que inevitavelmente surgem em ambientes de conflito real. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 12:07
Terça-feira, 12 de Maio de 2009

A Associação do Comércio Electrónico em Portugal aprovou em Assembleia Geral a alteração da sua designação de modo a tornar mais abrangente e completo o conceito de comércio electrónico que lhe preside e abarcar também as empresas e os profissionais do sector da Publicidade Interactiva. ACEPI é a nova designação da Associação do Comércio Electrónico e da Publicidade Interactiva. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 12:06
Terça-feira, 12 de Maio de 2009

O Público vai extinguir no final deste mês o seu suplemento do Economia, devido à concorrência dos diários e sites dedicados ao tema e à queda das receitas publicitárias, adiantou ontem à Lusa o director do jornal. Ler aqui, no Diário de Notícias.


tags:

publicado por comunicaradireito às 12:05
Terça-feira, 12 de Maio de 2009

"Jornalismo na Europa: Quem Precisa de Regulação?" é o tema da conferência que a Universidade do Minho organiza na próxima sexta-feira, no Auditório B1 do Campus de Gualtar. Denis McQuail e Kees Brants (Universidade de Amsterdão), Jeremy Tunstall (City University de Londres), Hans Kleinsteuber (Universidade de Hamburgo), José Azeredo Lopes (presidente da Entidade Reguladora para a Comunicação Social), Alfredo Maia (presidente do Sindicato dos Jornalistas), Adelino Gomes (provedor do ouvinte da RDP) e Augusto Santos Silva (ministro dos Assuntos Parlamentares) são alguns dos convidados que vão debater temáticas como a necessidade e as práticas de regulação no jornalismo. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 12:03
Terça-feira, 12 de Maio de 2009

A morte de uma jornalista portuguesa de 26 anos, na Somália, onde se encontrava em serviço, está hoje a ter especial atenção na emissão da Rádio Beira Interior. A morte de Carina Barroca aconteceu a semana passada. Mas só ontem o corpo chegou a Portugal e só agora a notícia é conhecida, pela mão desta estação de rádio. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 10:11
Terça-feira, 12 de Maio de 2009

Segundo dados apresentados pela Marktest, entre as datas de 24 e 28 de Abril, a RTP1, RTP2, SIC e TVI emitiram 130 notícias sobre a Gripe A, o que perfaz 14% do tempo das emissões regulares de informação. É comum na comunicação social que uma notícia/novidade ocupe os destaques nos meios de comunicação. Contudo, não deixa de ser curioso o facto de, nas duas últimas semanas, as manchetes e destaques não estarem tão preenchidos com a palavra Crise, que ao longo dos últimos meses tem estado diariamente na boca dos portugueses.

 

Ora, a Comunicação Social, mais concretamente os jornalistas, limita-se a relatar a crise nas mais diversas áreas económico-financeiras, não devendo ser culpabilizada pela crise que se vive. O Jornalista cumpre o dever de informar, de se informar e de ser informado. Infelizmente, não só dá a conhecer a crise como também conhece-se a crise, sendo, neste aspecto, idêntico a qualquer outro cidadão português comum: ou encontra-se desempregrado ou teme que isso possa vir a acontecer.

 

É sabido que a grande maioria do povo lusitano desaprova e critica o actual Governo, poucos por opinião fundamentada, outros por conformação para com a crise, outros por fazerem do seu desinteresse a sua opinião e a grande maioria segue a maioria: "a culpa é do Governo!." Com tamanha descrença dos cidadãos nos órgãos políticos, se nada fizermos, nada acontece. Portugal não pode ficar à espera que um D. Sebastião surga do nevoeiro ou que apareca um Barack Obama a falar a língua de Camões. É necessária não só atitude, mas alguém que inspire à atitude.

 

É urgente parar de viver e começar a preocupar-se em matar a crise. Logicamente que as problemáticas financeiras nas capitais, bolsas e empresas nacionais não se vão resolver de uma maneira onírica. Assim sendo, há que começar por motivar e embutir nos portugueses novas perspectivas. e se não há um Órgão do Governo que todos ouçam, todos ouvem os Órgãos da Comunicação Social. É precisamente por este meio que os portugueses podem recuperar psicologicamente e emocionalmente, através de artigos, debates ou secções que motivem, estimulem e incentivem os portugues a combater a crise, a abstrair-se dela e a gerir de maneira responsável e lucrativa os curtos salários.

 

Falar da crise faz parte do problema e não da solução.  É altura de calar a crise e dar voz à mudança e à esperança. Espero, assim, os gritos da Comunicação Social.

 

João Ruela, Nº 13223



publicado por comunicaradireito às 01:50
Segunda-feira, 11 de Maio de 2009

Hoje, a SIC voltou a exibir mais um especial sobre Maddie McCann. Esta perseguição ao tema Maddie começa a pôr quaquer um de cabelos em pé.

Já passaram mais de dois anos desde o desaparecimento de Maddie e a televisão portuguesa continua a insistir em documentários e entrevistas que mais parecem o "Juíz Decide". A SIC transmite o documentário e o telespectador toma nota de todos os aspectos que lhe pareçam estranhos para depois discutir com os amigos no café.

Todos sabemos que o português tem o espírito de um Sherlock Holmes mas já está na altura de deixarmos a investigação para as autoridades competentes.

 

André Amante nº12305



publicado por comunicaradireito às 23:49
Segunda-feira, 11 de Maio de 2009

Foi lançado no mercado, pela Amazon, o novo modelo Kindle DX, um novo livro electrónico através do qual é possível ler jornais e revistas.

Esta nova tecnologia permite descarregar jornais (quer estes sejam diários ou periódicos), e até obras literárias, mesmo que seja necessário pagar qualquer tipo de subscrição de serviços.

 

Uma nova tecnologia pode ser uma grande mais-valia para quem usufrui diariamente deste tipo de serviços, mas e quem não tem possibilidades económicas para alcançar estas mais-valias? E quem não tem oportunidades sequer de obter as versões "online" dos jornais?

Actualmente, existem já diversos jornais que não são possíveis de serem visualizados virtualmente, sem que seja necessário pagar uma subscrição.

Todos sabemos que não só o País, mas o Mundo, está em crise. Contudo, será que é necessário o “corte” que vários jornais irão fazer aos seus leitores, tornando-se pagos na Internet?

 

Como exemplo, Rupert Murdoch, o proprietário da News Corporation, quer acabar com o acesso “online” gratuito de jornais como o Times, e o Wall Street Journal. Pode ser que esta Era da visualização pela Internet gratuita esteja a acabar, mas será que está a começar uma nova Era para os jornais subscritos?

Sinceramente, não penso que seja assim tão fácil no meio de uma crise económica mundial. É certo que depois de uma grande crise, existe sempre uma recuperação, mas será que existem milhares de pessoas dispostas a pagar subscrições de jornais “online”, estando o poder de compra a sofrer um decréscimo, com cada vez mais pessoas no desemprego?

 

Será que estamos a iniciar uma nova Era da informação, em que quem tem acesso a todos os Meios de Comunicação Social são os mais ricos, e os pobres que continuem na sua vidinha que informação não lhes faz falta?! Não me refiro apenas aos jornais, mas também aos meios tecnológicos. Penso que com todas estas novas tecnologias, o direito de ser informado, que diz respeito a todos os cidadãos é um pouco “esquecido”.

 

Vânia Constantino

Nº. 9889

 



publicado por comunicaradireito às 23:05
Segunda-feira, 11 de Maio de 2009

Numa época em que a maioria das pessoas se gaba de ser, não só, bastante informada, mas também, bem formada, surgem ainda notícias de profissionais da Comunicação Social agredidos e atacados, seja por multidões enraivecidas, seja por pessoas singulares que tentam defender "os seus interesses".

Ontem, no Bairro da Bela Vista, em Setúbal, vários jornalistas e agentes da autoridade foram apedrejados pelos populares. Durante a semana passada veio também a público o caso do jornalista de Vizela que, alegadamente, terá sido agredido por duas vezes na sequência de um artigo, por si publicado, que dava conta de irregularidades num licenciamento camarário.

Embora se compreenda alguma reprovação relativamente à excessiva cobertura e mediatismo dados pela Comunicação Social, não se compreende de que forma a violência, quer seja física ou verbal, direccionada aos meios de comunicação, pode resolver problemas. Em última análise, a referida violência, só vai agravar esses mesmos problemas.

Provavelmente, aqueles que um dia já criticaram a Comunicação Social, mais tarde, quando estiverem à beira do desemprego, por exemplo,  já vão achar os jornais e as estações de televisão muito úteis para denunciar a entidade empregadora.

Mais bom senso e menos hiporcrisia precisa-se, pois não são os jornalistas os causadores dos problemas, apenas os dão a conhecer.

 

Gonçalo Reis, nº 12358



publicado por comunicaradireito às 19:07
Segunda-feira, 11 de Maio de 2009

Na sociedade portuguesa, diversas são as profissões que se regem por uma Ordem. Esta entidade desempenha diversas actividades que visam uma uniformização de todos os profissionais que por ela são reconhecidos. Desta forma existe uma conduta clara sobre a forma de actuar, sendo os eventuais desvios, sancionados segundo os estatutos específicos de cada Ordem.

Ao longo dos anos são frequentes os debates sobre se a classe jornalística deveria ser regida por uma Ordem própria, ou se continua como tem sido até hoje, regida apenas por um conjunto de normas éticas, normas essas que nem todos os profissionais são obrigados a seguir.

Face a esta falta de orientação, penso que deveria existir uma Ordem dos Jornalistas. Permitiria assim regular o acesso à actividade, providenciar estágios onde os futuros profissionais pudessem ser integrados e acompanhados da melhor forma, bem como supervisionar a actividade dos profissionais já existentes.

A criação da Ordem dos Jornalistas não poderia ser vista como um amordaçar da liberdade de expressão, mas antes como um instrumento que procuraria elevar ainda mais a importância que o jornalismo possuiu nos dias de hoje. Todos os poderes têm um organismo de controle e sendo o jornalismo apelidado de 4º Poder, deveria ter também uma entidade que regulasse de forma efectiva os seus profissionais.

 

Tiago Figueiredo, 7945



publicado por comunicaradireito às 16:49
Segunda-feira, 11 de Maio de 2009

O grupo parlamentar do PS/Madeira pediu hoje, em Lisboa, à Autoridade da Concorrência (AdC) "uma atenção significativa" para a comunicação social no arquipélago da Madeira, palco de "situações bastante preocupantes". "Consideramos que existe um conjunto de situações que são bastante preocupantes, que não são de hoje, mas que se agravam de dia para dia, e que esta perversão nas leis de mercado e da concorrência, com práticas que do nosso ponto de vista violam essa mesma concorrência, acabam por ter uma influência significativa naquilo que é a pluralidade informativa", adiantou o deputado Carlos Pereira, no final de uma reunião com a AdC. No entender do deputado madeirense, que se fez acompanhar pelo também deputado socialista Victor Freitas, "esta é uma estratégia do PSD" porque "pretende sempre manter a comunicação social de uma forma manietada para aquilo que deve ser a informação a prestar à população madeirense". "Mas é inaceitável que, do ponto de vista da concorrência, se verifique esta matéria impedindo que outros órgãos de comunicação social possam ter o seu produto de forma razoável e sustentada", considerou. De acordo com Carlos Pereira, a reunião de hoje nada tem a ver com a queixa do jornal Diário de Notícias da Madeira apresentada na AdC contra o Governo regional por "concorrência desleal", defendendo igualmente que a reunião mantém pertinência apesar de já ter sido aprovada a lei do pluralismo e da não concentração dos meios de comunicação social na Assembleia da República. Para o deputado madeirense "são coisas completamente distintas" e independentemente de como o Governo regional "se vier a posicionar perante esta matéria", não há garantia de que a lei do pluralismo e da não concentração dos meios "resolva a questão da concorrência".

 

Fonte: Lusa.



publicado por comunicaradireito às 15:10
Segunda-feira, 11 de Maio de 2009

Era decretada a liberdade de imprensa em França.


tags:

publicado por comunicaradireito às 14:54
Segunda-feira, 11 de Maio de 2009

A jornalista norte-americana Roxana Saberi, condenada no Irão a oito anos de prisão por espionagem, foi hoje posta em liberdade condicional, confirmou o advogado da jornalista de origem iraniana em Teerão. “Posso confirma que já está entre nós. A pena foi reduzida para dois anos e ficará definitivamente livre se no prazo de cinco anos não voltar a cometer um delito”, assegurou o advogado. Anteriormente, o advogado de Roxana Saberi tinha afirmado que os oito anos de prisão a que tinha sido condenada a jornalista tinham sido reduzidos para dois anos com pena suspensa depois de um tribunal de segunda instância ter analisado no domingo o recurso da sentença. Roxana Saberi foi condenada a 13 de Abril a oito anos de prisão por espionagem a favor dos Estados Unidos, depois de um julgamento de um dia à porta fechada. A jornalista - que foi detida em finais de Janeiro em Teerão, onde vivia desde 2003 - recorreu da sentença imposta pelo tribunal de primeira instância. Este caso foi uma fonte de tensões entre Washington e Teerão e surge numa altura em que a administração Obama tinha dito que queria retomar negociações com o Irão. Washington descreveu as acusações contra Roxana como infundadas e apelou para a libertação da jornalista, filha de pai iraniano, que nasceu em Nova Jersey e cresceu em Fargo, Estado do Dakota do Norte. Roxana foi viver para o Irão há seis anos e trabalhava como jornalista freelancer para vários meios de comunicação, incluindo a BBC.

 

Fonte: Lusa.



publicado por comunicaradireito às 14:52
Sábado, 09 de Maio de 2009

Nas próximas eleições autárquicas, as pessoas vão deparar-se com alguns nomes conhecidos do Mundo da Comunicação Social. À semelhança do que se passou nas últimas autárquicas, quando o Dr. Francisco Moita Flores, foi eleito Presidente da Câmara Municipal de Santarém, o PSD parece querer continuar a apostar em figuras públicas. Desta vez, vão ser Cecília Carmo (Jornalista da RTP) e Hernâni Carvalho (criminologista que regularmente comenta na TVI).

È caso para perguntar, visto nunca terem estado em contacto directo com a política, se o sucesso destas figuras públicas nas urnas, pode reflectir-se politicamente? E será que vale a pena "largar" a carteira jornalista, por um posto autárquico?

 

 

João Nunes N.º 12322



publicado por comunicaradireito às 17:59
Sábado, 09 de Maio de 2009

Quando muitos se perguntam "O que nos espera para além do pagamento da factura da crise?", eis que alguém se dispõe, na passada quinta-feira, a responder a esta pergunta diariamente.

Chegou às bancas o novo jornal diário que dá pelo nome de "i". Esta plataforma informativa, do grupo Sojormedia, recita um investimento global de 10,4 milhões de euros, segundo conta Martim Avillez Figueiredo (Director), ao jornal Público, e procura demarcar-se da restante concorrência pela inovação e boa informação, tal como ilustra a vogal que dá nome ao jornal.

Contudo, actualmente, os meios de comunicação social, sobretudo a imprensa escrita, são também eles exemplo, dos problemas que afligem a sociedade portuguesa. O grande medo do futuro próximo, a crise, e os problemas económicos chegaram também aos media.

Estará então o mais recente jornal informativo, "i", preparado para combater a concorrência e marcar a sua posição num mundo de informação, cada vez mais difícil?

Na minha opinião, esta não é, de todo, a altura certa para o lançamento de mais um jornal, uma vez que o país se encontra abalado por uma crise económica.

 

Tatiana Pedrosa, nº 12331

 



publicado por comunicaradireito às 17:16
Sexta-feira, 08 de Maio de 2009

A cadeia britânica de televisão Sky pediu desculpa aos seus telespectadores por ter emitido os insultos do jogador do Chelsea Didier Drogba ao árbitro Tom Henning, no fim do jogo contra o Barcelona, da meia-final da Liga dos campeões. O Chelsea pedeu a partuda nos últimos minutos do jogo. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 15:22
Sexta-feira, 08 de Maio de 2009

Emídio Rangel acusa o PS de nunca ter gerido bem a área governativa para a comunicação social e de ter mesmo um talento para escolher os piores nomes para a gestão neste sector. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 15:21
Sexta-feira, 08 de Maio de 2009

A Guardian News and Media, que detém o jornal “Guardian”, e o “Observer” quer reduzir de 850 para 800 o número de jornalistas até ao final do ano, anunciou hoje o próprio “Guardian” no seu site de Internet. A medida tem como objectivo a redução das despesas com a edição em 10 milhões de libras, pouco mais de 11 milhões de euros, o que deve acontecer até Março de 2010. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 15:19
Sexta-feira, 08 de Maio de 2009

"O escritor italiano Antonio Tabucchi começou hoje a ser julgado, em Pisa, por ter causado “danos” na imagem de Renato Schifani, presidente do Senado italiano. O que fez Tabucchi? Solidarizou-se com o jornalista Marco Travaglio, que, num artigo de opinião, mostrara estranheza pelo facto de os media omitirem sistematicamente as alegadas ligações de Schifani — segunda figura do Estado — a pessoas condenadas por ligações à Máfia. Schifani pede 1,25 milhões de euros de indemnização a Tabucchi (a Travaglio pede mais: 1,3 milhões). Os artigos de ambos, Tabucchi e Travaglio, foram publicados em L’Unità no ano passado."
 

Eduardo Pitta, no Da Literatura.



publicado por comunicaradireito às 15:17
Quinta-feira, 07 de Maio de 2009

Os responsáveis dos principais órgãos de comunicação social considera que os processos judiciais que o primeiro-ministro interpôs contra os media não vão condicionar a forma como os jornalistas abordam o caso Freeport, revela um inquérito hoje divulgado. A "Sonda Central de Informação/Meios & Publicidade" procurou saber o que pensam estes profissionais sobre os vários processos judiciais instaurados nas últimas semanas pelo primeiro-ministro contra vários jornalistas nacionais. Mais de dois em cada três (69 por cento) defendeu tratar-se de "um direito normal de quem é visado num artigo jornalístico", ao passo que 26 por cento consideraram esses processos "uma forma de pressão contra os media". Dos 103 jornalistas inquiridos, apenas cinco por cento classifica o comportamento de José Sócrates como "um acto de desespero".



publicado por comunicaradireito às 18:44
Quinta-feira, 07 de Maio de 2009

O Parlamento Europeu apenas reconhece competência às entidades judiciais para decidir encerrar o acesso de uma pessoa à Internet.

 

A polémica proposta que estava ontem votação em Estrasburgo, incluída num pacote legislativo mais amplo, o chamado "Pacote das Telecomunicações", previa que no caso de uso "ilícito" da Internet, o acesso poderia ser cortado por ordem de uma entidade "independente e imparcial". O texto, ambíguo, nunca referia o termo "judicial" o que abria claramente a porta a legislações do tipo da que está em discussão em França (ver caixa) - permitindo ao operador, após três avisos, cortar o acesso a um consumidor segundo critérios pouco claros.

 

Os deputados europeus chumbaram esta proposta. Em contrapartida foi aprovada - com 407 votos a favor, 57 contra e 171 abstenções - uma emenda que exige uma ordem judicial.

 

Os internautas que pirateiem música ou que descarreguem ilegalmente outro tipo de ficheiros terão de passar primeiro por um processo judicial antes de verem a sua ligação cortada. Mesmo que, como dizia o texto da lei, "a segurança pública esteja ameaçada".

 

Esta emenda não estava prevista no texto de compromisso que, nos últimos dias, foi acordado entre os deputados e Conselho Europeu, pelo que, agora, todo o Pacote das Telecomunicações terá de ir a conciliação, ou seja, vai voltar à mesa das negociações - mesmo que as outras medidas tenham sido aprovadas. Isto significa que será praticamente impossível aprovar o pacote antes das eleições europeias de 7 de Junho.

 

Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 18:16
Quinta-feira, 07 de Maio de 2009

A reunião da comissão de Comunicação, Tecnologia e Internet, coordenada pelo senador John Kerry, chamou vários especialistas e intervenientes na indústria dos media norte-americana para analisar o estado da imprensa e decidir que medidas tomar para salvar a indústria dos jornais. Barack Obama já disse, esta semana, que a administração norte-americana não planeia intervir na crise da imprensa nos EUA. Ler aqui, no Público.


tags: ,

publicado por comunicaradireito às 18:12
Quinta-feira, 07 de Maio de 2009

 

 

 

O 'i'. O sítio.


tags:

publicado por comunicaradireito às 10:59
Quinta-feira, 07 de Maio de 2009

A narrativa que prevalece costuma ser a dos vencedores, mas no caso do conflito israelo-palestiniano é a dos perdedores. Esta é uma das convicções fortes do investigador francês Daniel Dayan, que hoje, às 18h30, lança um livro, e amanhã, às 15h15, intervém na conferência internacional Conflito e Cultura, na Universidade Católica de Lisboa. Ler aqui, no Público.



publicado por comunicaradireito às 09:13
Quinta-feira, 07 de Maio de 2009

Para além da agência noticiosa Nova China e da Rádio China Internacional, que já têm serviços em português, a CCTV - Televisão Central da China - pretende também lançar um canal de língua portuguesa, "em 2010 ou 2011", segundo fonte da empresa estatal chinesa, divulgada ontem, dia 06, à agência Lusa.

 

Este canal português surgirá após dois outros canais internacionais, um russo e um árabe, que se juntam aos inglês, espanhol e francês já existentes na CCTV. Esta aposta reflecte a crescente influência internacional da China, em particular agora no caso português, já que as relações económicas chinesas tanto com o Brasil como com Angola se têm acentuado, levando a uma maior procura até nos cursos de língua portuguesa em universidades da capital, Pequim.

 

Esta notícia mereceu ainda um comentário de Jaime Gama - presidente da Assembleia da República -,  à agência Lusa, no qual realçou que "o interesse de China pelo mundo da língua portuguesa está bastante vivo".
 

Ler mais aqui, Diário de Notícias.

 

Catarina Ruivo, nº 13215



publicado por comunicaradireito às 01:09
Quarta-feira, 06 de Maio de 2009

O Parlamento Europeu (PE) chumbou hoje um pacote de medidas que iriam alterar as regras de telecomunicações. A maioria dos deputados concordou que uma emenda da nova legislação violava os direitos dos utilizadores da Internet. Ler aqui, no Público.


tags:

publicado por comunicaradireito às 21:03
Quarta-feira, 06 de Maio de 2009

Miguel Moutinho, da Associação Animal, apela às pessoas que boicotem a operadora Zon e mudem para as empresas concorrentes por causa das emissões do Festa Brava, que começa amanhã na posição 29. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 20:59
Quarta-feira, 06 de Maio de 2009

A Zon vai incluir no seu pacote um espaço dedicado às touradas: o Festa Brava. A operadora de televisão não lhe chama canal, mas vai colocar a emissão de feiras tauromáquicas e corridas de touros espanholas na posição 29, entre as 16.00 e as 00.00, a partir de amanhã. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 20:57
Quarta-feira, 06 de Maio de 2009

A televisão pública espanhola TVE poderá deixar de ter publicidade a partir de Setembro, passando a ser financiada pelo orçamento do Estado e por taxas pagas pelas televisões privadas e pelos operadores de telecomunicações. Ler aqui, no Diário de Notícias.



publicado por comunicaradireito às 20:55
Quarta-feira, 06 de Maio de 2009

"O Parlamento Europeu vai dar, hoje, o primeiro passo contra a liberdade na Internet. Os efeitos imediatos vão ser reduzidos e, nalguns casos, já pontualmente praticados. Mas, daqui para a frente, está aberto o caminho para o «controlo» de um meio de comunicação que o poder – todos os poderes – não vê com bons olhos. Os parlamentares europeus vão, hoje, prestar um mau serviço à democracia e à liberdade."

Tomás Vasques, no Hoje Há Conquilhas.


tags:

publicado por comunicaradireito às 11:19
Debater e reflectir sobre as leis da comunicação social. Coordenação: Jorge Ferreira

comunicaradireito@sapo.pt

Online Users English version by Google ENGLISH VERSION

DESTAQUES







COLUNISTAS
Maria José Santana
Paula Sá
Rui Costa Pinto
Rui Baptista


ORGÃOS DE SOBERANIA
Presidencia da República
Assembleia da República
Governo
Tribunal Constitucional
Supremo Tribunal de Justiça
Supremo Tribunal Administrativo


SÍTIOS DE INTERESSE
Erc
Aacs
Anacom
Gmcs
Umic
Ccpj
Clube de Jornalistas
Diário da República
Cenjor
LabCom
Observatório da Imprensa
Sindicato dos Jornalistas
Repórteres Sem Fronteiras


BLOGUES

a arte da fuga
a arte de pensar
a barbearia do senhor luís
a cagarra
a casa de sarto
a casa dos comuns
a caveira vesga
a caverna obscura
a civilização do espectáculo
a destreza das dúvidas
a educação do meu umbigo
a grande alface
a grande loja dos trezentos
a janela do ocaso
a minha tv
a natureza do mal
a origem das espécies
a outra varinha mágica
a revolta das palavras
a ritinha
a terceira noite
a voz do povo
a voz nacional
a voz portalegrense
as penas do flamingo
aberratio ictus
abrigo de pastora
abrupto
às duas por três
activismo de sofá
actualidades
admirável mundo novo
adufe
água leve
água lisa
alcabrozes
alianças
aliança nacional
alinhavos
almocreve das petas
apdeites v2
arcadia
arde lua
arraia miuda
arrastão
arrochadas
aspirina b
ataque de caspa
atrium.media e cidadania
atuleirus
avatares de um desejo
aveiro

bar do moe, nº 133
blasfémias
bem haja
berra-boi
bic laranja
bicho carpinteiro
binoculista
bissapa
blogo social português
blogotinha
blogs e política
blogue da sedes
blogue dos editores da bbc
blue lounge
boca de incêndio
boina frígia
braga blog
branco no branco
busturenga

cabalas
café da insónia
caixa de petri
caixa de pregos
câmara corporativa
câmara de comuns
canhoto
cão com pulgas
carreira da í­ndia
causa liberal
causa nossa
centenário da república
centurião
chá preto
charquinho
cibertúlia
cinco dias
circo natureza
classe polí­tica
clube da comunicação social de coimbra
clube dos pensadores
cobrador da persia
combustões
congeminações
contingências
controversa maresia
corta-fitas
crónicasdorochedo

da condição humana
da literatura
da rússia
dar à tramela
dass
de vexa atentamente
der terrorist
delito de opinião
desconcertante
desesperada esperança
despertar da mente
direito de opinião
do portugal profundo
dois dedos de prosa e poesia
dolo eventual
duas cidades
duas ou três coisas
2 rosas

é curioso
e-jetamos
e-konoklasta
eclético
elba everywhere
em directo
encapuzado extrovertido
entre as brumas da memória
ephemera
escrita em dia
esmaltes e jóias
esquissos
estado sentido
estrago da nação
estudos sobre o comunismo
espumadamente
eternas saudades do futuro

f,world
faccioso
falta de tempo
filtragens
fôguetabraze
fora de estrutura
foram-se os anéis
fotojornalismos
forja de palavras
fragmentos de apocalipse
fumaças

gajo dos abraços
galo verde
gazeta da restavração
geometria do abismo
geração de 80
geração de 60
geração rasca
glória fácil
gonio
governo sombra
grande coisa

há normal?!
herdeiro de aécio?!
hoje há conquilhas, amanhã não sabemos
homem ao mar

in concreto
ideal social
ideias soltas
ilha da madeira
ilusão
império lusitano
impressões de um boticário de província
indústrias culturais
insinuações
inspector x
intimista

jacarandá
janelar
jantar das quartas
jornal do diabo
jornal dos media
jornalismo & comunicação
jornalismo porto net
jornalista elsa ribeiro gonçalves
josé antónio barreiros
josé maria martins
jose vacondeus
judaic kehillah of portugal - or ahayim
jugular
julgamento público

kontrastes

la force des choses
ladrões de bicicletas
largo da memória
liblog
lisbon photos
lobi do chá
loja de ideias
lusitana antiga liberdade
lusofin

ma-schamba
macroscópio
mais actual
maquiavel & j.b.
margem esquerda
margens de erro
mar salgado
mas certamente que sim!
mau tempo no canil
memória virtual
memórias para o futuro
mestiçagens
metafísica do esquecimento
meu rumo
miguel teixeira
miniscente
miss pearls
moengas
mundo disparatado
mundus cultus
my guide to your galaxy

não não e não
nem tanto ao mar
nocturno
nortadas
notas verbais
notícias da aldeia
nova floresta
nova frente
num lugar à direita
nunca mais

o afilhado
o amor nos tempos da blogosfera
o andarilho
o anónimo
o bico de gás
o bom gigante
o cachimbo de magritte
o carmo e a trindade
o condomínio privado
o contradito
o diplomata
o duro das lamentações
o espelho mágico
o estado do tempo
o insubmisso
o insurgente
o islamismo na europa
o jansenista
o jumento
o leão da estrela
o observador
o país do burro
o país relativo
o paralógico de picoas
o pasquim da reacção
o pequeno mundo
o pravda ilhéu
o privilégio dos caminhos
o profano
o reaccionário
o saudosista
o severo
o sexo dos anjos
o sinaleiro da areosa
o tempo das cerejas
o universo é uma casca de noz
os convencidos da vida
os veencidos da vida
obrigado sá pinto
oceano das palavras
office lounging
ofício diário
outubro
ouvi dizer

palavra aberta
palavras imperfeitas
palavrussaurus rex
pangeia
para lá de 500 páginas
para mim tanto faz
paris
passeios na calçada
patriotas.info
pau para toda a obra
pensamentos
pedro_nunes_no_mundo
pedro rolo duarte
pedro santana lopes
pena e espada
perguntar não ofende
piar
planetas politik
planí­cie heróica
pleitos, apostilas e comentários
politeia
política pura e dura
polí­tica xix
politicazinha
politikae
polvorosa
ponto media
porcausasemodivelas
porto das pipas
portugal dos pequeninos
por tu graal
povo de bahá
praça da república em beja
provedor do leitor do público
publicista

quarta república

registo civil
registo provisório
relações internacionais
retalhos de edith
retorno
retórica e persuasão
reverentia
ricardo.pt
risco contínuo
road book
rotativas
rua da judiaria

salvaterra é fixe
sem filtro
sempre a produzir
sentidos da vida
serra mãe
sete vidas como os gatos
sinusite crónica
sítio do costa
small brother
soberania e nacionalismo
sociologando
sorumbático
sou contra a corrente
super flumina

táxi
tempo político
tempo que passa
teorias da cidade
terras do carmo
tese & antítese
tesourinhos deprimentes
tirem-me daqui
tomar partido
tralapraki
transcendente
travessias digitais
31 da armada
tristeza sob investigação
triunfo da razão
trova do vento que passa
tubarão

último reduto
um bigo meu
um por todos todos por um

vale a pena lutar
vasco campilho
velocidade de cruzeiro
viagens no meu sofá
vida das coisas
vento sueste
voz do deserto

welcome to elsinore

xatoo

BLOGUES DOS ALUNOS

ao sul
as cobaias
fados e companhia
o cheiro de santarém pela manhã
platonismo político
projecto comunicar
sem eira nem beira

BLOGUES DE ABRANTES

abranteimas
rua da sardinha

BLOGUES DO ALGARVE

mons cicus
olhão livre
the best of lagos

BLOGUES DE AVEIRO

a ilusão da visão
academia de aveiro
amor e ócio
arestália
aveiro sempre
bancada directa
bancada norte
blog de sergio loureiro
botanabateira
código da vivencia
cogir
debaixo dos arcos
desporto aveiro
divas e contrabaixos
estados gerais
forum azeméis
já agora
margem esquerda
neo-liberalismo
nós e os outros
notas de aveiro
notícias da aldeia
noticias de ovar
painéis de aveiro
pontos soltos
portal do beira-mar
4linhas
quotidiano da miséria
7 meses
the sarcastic way
visto de fora
vouga

BLOGUES DE OEIRAS

à rédea solta
escrever sobre porto salvo
eu sou o poli­ticopata
oeiras local
rememorar oeiras

BLOGUES DE TOMAR

alcatruzes da roda
algures aqui
à descoberta de tomar
nabantia
os cavaleiros guardiões de sta. maria do olival
serra de tomar
sondagem tomar
tomar
tomar, a cidade
tomar a dianteira
vamos por aqui

BLOGUES DO DIREITO

ab surdus
assembleia de comarca
blog de informação
blog do dip
cartilha jurídica
cum grano salis
de lege agraria nova
direito na sociedade da informação
dizpositivo
elsa
incursões
iuris
leituras oficiosas
legalidade
lex turistica nova
locus delicti
mens agit molem
notas constitucionais
o meu monte
patologia social
piti blawg
ré em causa própria
reforma da justiça
rumo do direito
santerna
senso jurídico
suo tempore
trepalium
urbaniuris
vexata quaestio

BLOGUES DOS LIVROS

blog do espaço de memória e do pátio das letras
lerblog
mundo pessoa
rcp edições

JORNALISTAS

carlos pinto coelho
ilídio martins
orlando castro
viriato teles

SOBRE BLOGUES

aniversários de blogues
blog do dia dn
blogpatrol
blogpulse
blogsearch
blogservatório
blogs em lí­ngua portuguesa
moblig
orochi's blog
sapo blogs
technorati
weblog
pesquisar neste blog
 
tags

televisão(106)

internet(105)

empresas(94)

imprensa(84)

história(62)

justiça(62)

opinião(53)

jornalistas(50)

escola(44)

blogues(42)

erc(41)

comunicação social(38)

eua(37)

informática(34)

liberdade de expressão(31)

jornalismo(25)

direitos de autor(24)

governo(22)

revistas(20)

publicidade(19)

reino unido(19)

pirataria(15)

liberdade(14)

política(12)

ps(12)

download pirata(11)

rádio(11)

censura(10)

crianças(10)

espanha(10)

agenda(9)

assembleia da república(9)

frança(9)

telecomunicações(9)

crise(8)

irão(8)

privacidade(8)

blogue para hoje(7)

concentração(7)

despedimentos(7)

direito à imagem(7)

língua portuguesa(7)

telemóveis(7)

eleições 2009(6)

cavaco silva(5)

ccpj(5)

china(5)

concorrencia(5)

prémios(5)

publicações(5)

serviço público(5)

comércio electrónico(4)

madeira(4)

provedor dos leitores(4)

psd(4)

suécia(4)

brasil(3)

futebol(3)

media(3)

regulação(3)

angola(2)

austrália(2)

bloguista(2)

canadá(2)

cds(2)

cinema(2)

clube de jornalistas(2)

consumidores(2)

coreia do norte(2)

cuba(2)

estado(2)

ética profissional(2)

google(2)

igreja católica(2)

iraque(2)

itália(2)

parlamento europeu(2)

pcp(2)

plágio(2)

sociedade da informação(2)

sondagens(2)

tribunais(2)

união europeia(2)

venezuela(2)

afeganistão(1)

alemanha(1)

américa latina(1)

anacom(1)

argentina(1)

artigo de opinião(1)

autoregulação(1)

benfica(1)

call centers(1)

casa da imprensa(1)

cia(1)

conselho deontológico(1)

coreia do sul(1)

dados pessoais(1)

despesa pública(1)

deveres dos jornalistas(1)

todas as tags

subscrever feeds